Uma avalanche nos Alpes suíços provocou no sábado a morte a três esquiadores italianos e um quarto está em estado grave, indicou a polícia local, acrescentado que um quinto esquiador ficou ligeiramente ferido.

Os cinco italianos — duas mulheres e três homens — esquiavam na fronteira entre a Suíça e a Itália quando foram surpreendidos por uma avalanche cerca de 13:40 locais (12:40 em Lisboa), perto do desfiladeiro de Grand Saint-Bernard, no cantão de Valais (sul), segundo a polícia.

Os cinco foram encontrados vivos e quatro foram helitransportados para hospitais das proximidades em estado grave, com um quinto apenas ligeiramente ferido. “Infelizmente, recebemos o relatório dos hospitais e dos quatro helitransportados, três morreram”, disse à agência noticiosa AFP Jean-Marie Bornet, porta-voz da polícia local. As duas mulheres incluem-se entre as vítimas. Ainda segundo a polícia, cerca de 30 membros das equipas de socorro participaram na operação de resgate.

As avalanches provocaram este inverno numerosos mortos nos Alpes suíços. Pelo menos 24 pessoas foram mortas desde o início da estação, refere um balanço da agência noticiosa suíça ATS, já incluindo as três vítimas de sábado.