Law Wan-tung, a mulher acusada de ‘torturar’ a sua empregada doméstica indonésia em Hong Kong, foi condenada hoje a uma pena de seis anos de prisão.

Law Wan-tung — que arriscava uma pena máxima de sete anos de cadeia — “não mostrou compaixão” relativamente a Erwiana Sulistyaningsih, de 23 anos, e a outros empregados, afirmou a juíza Amanda Woodcock, na sessão dedicada à leitura da sentença.

A mulher tinha sido considerada culpada a 10 de fevereiro, mas só hoje conheceu a sentença.