O ex-ministro da Saúde Luís Filipe Pereira é o nome indicado pelo PSD/CDS para suceder a Silva Peneda na presidência do Conselho Económico e Social, pelo menos até ao final da atual legislatura, apurou o Observador. A eleição para este cargo é feita no Parlamento através de maioria qualificada, isto é, com o acordo entre pelo menos dois terços dos deputados.

A indicação do nome estava nas mãos do PSD/CDS, depois de os partidos da maioria e o PS terem acordado, em conferência de líderes, que seriam os centristas e sociais-democratas a indicar o nome que ocuparia o lugar até à próxima legislatura, altura em que se fará nova nomeação. O PS não se opôs à escolha.

A duração do cargo de presidente do CES corresponde ao período da legislatura, pelo que o mandato para o qual Luís Filipe Pereira será eleito terá apenas a duração aproximada de cinco meses. O PSD já fez saber que está disponível para uma eventual recondução para o mandato seguinte, mas o PS vincou que com uma nova legislatura será feita uma nova eleição.

Luís Filipe Pereira é economista de formação e foi ministro da Saúde nos Governos de Durão Barroso e Pedro Santana Lopes. Militante do PSD, foi ainda secretário de Estado da Energia e da Segurança Social, e administrador da EDP e do grupo Mello Saúde.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

Silva Peneda anunciou a renúncia ao cargo no final do ano passado, deixando a cadeira vazia oficialmente na sexta-feira para ir exercer funções de conselheiro no gabinete do presidente da Comissão Europeia, Jean-Claude Juncker, em Bruxelas.