Todas as regiões do país, com exceção de Santa Cruz das Flores e Horta, nos Açores, apresentam esta terça-feira um risco muito alto de exposição à radiação ultravioleta (UV), informou o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA).

De acordo com o IPMA, as regiões de Aveiro, Beja, Bragança, Braga, Castelo Branco, Coimbra, Évora, Faro, Funchal, Guarda, Leiria, Lisboa, Penhas Douradas, Porto, Portalegre, Porto Santo, Sagres, Santarém, Setúbal, Sines, Viana do Castelo, Viseu, Vila Real, Ponta Delgada (S. Miguel) e Angra do Heroísmo (ilha Terceira), apresentam um risco muito alto de exposição à radiação ultravioleta (UV).

O IPMA adiantou ainda que Santa Cruz das Flores e Horta, na ilha do Faial, apresentam apenas um risco moderado. Para as regiões com níveis muito altos e altos, o IPMA recomenda o uso de óculos de sol com filtro UV, chapéu, t-shirt, guarda-sol, protetor solar e evitar a exposição das crianças ao sol.

De acordo com o IPMA, a radiação ultravioleta pode causar graves prejuízos para a saúde se o nível exceder os limites de segurança, sendo que o índice desta radiação apresenta cinco níveis, entre o baixo e o extremo, com onze.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

O IPMA prevê para esta segunda-feira no continente céu pouco nublado ou limpo, aumentando temporariamente de nebulosidade por nuvens altas nas regiões norte e centro, vento fraco, soprando moderado de sueste na costa sul do Algarve e nas terras altas a partir da manhã, e temporariamente do quadrante oeste no litoral oeste durante a tarde.

Esta também prevista a ocorrência de neblina ou nevoeiro matinal em alguns locais do litoral oeste, pequena subida da temperatura máxima e da mínima na região norte.

Em Lisboa as temperaturas vão oscilar entre 18 e 29 graus Celsius, no Porto entre 14 e 25, em Bragança entre 15 e 31, em Viseu entre 15 e 29, na Guarda entre 16 e 28, em Castelo Branco entre 18 e 34, em Coimbra entre 15 e 32, em Portalegre entre 18 e 36, em Évora entre 13 e 37, em Beja entre 15 e 38, em Faro entre 18 e 27 e em Santarém entre 13 e 34.