O treinador do Benfica realçou hoje a importância de um triunfo no terreno do Vitória de Guimarães e frisou que os jogadores “estão preparados” para contrariar as dificuldades e confirmarem a conquista do bicampeonato de futebol, no domingo.

“Podemos chegar à decisão daquele que tem sido o nosso objetivo desde o início da época. Tem sido uma semana normal, mas este jogo já poderá representar a conquista do título. Ao longo destes anos fomos habituados a ter estes confrontos”, começou por dizer Jorge Jesus, na antevisão da partida da 33.ª e penúltima jornada da I Liga portuguesa.

Apesar da carga emocional do desafio, o técnico garantiu absoluta tranquilidade dos seus jogadores. “Estou tranquilo e os jogadores também. Para nós é normal estar a discutir o título. A confiança dos jogadores advém do trabalho diário. Estamos preparados para enfrentar essa decisão”, afirmou.

Contudo, Jorge Jesus salientou as dificuldades que esperam o Benfica na ‘Cidade Berço’, considerando que as ‘águias’ terão pela frente um adversário forte no seu reduto e motivado pela qualificação para a Liga Europa da próxima época.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

“O Vitória já conquistou o seu objetivo, enquanto o Benfica ainda tem de o conquistar. Vamos ter mais dificuldades do que tivemos na última deslocação, em Barcelos, porque o Vitória tem uma equipa melhor e conheço o ambiente daquele estádio. São fatores que nos vão criar problemas, mas estamos preparados”, referiu.

Jesus confirmou que Gaitán será chamado para a deslocação a Guimarães, depois de ter falhado o último encontro, devido a lesão, e revelou que o médio sérvio Fejsa está em vantagem sobre os demais para ocupar o lugar do castigado Samaris. “Das três ou quatro possibilidades que tenho para substituir o Samaris, o Fejsa está na ‘pole position’. Foi o jogador mais trabalhado durante a semana para estar na posição”, disse.

Por outro lado, o técnico benfiquista recusou comentar as declarações do homólogo do FC Porto, Julen Lopetegui, que acusou Jesus de estar “sob um manto protetor”. “O mais importante é o Vitória de Guimarães, é a decisão do título e estarmos focados no jogo de amanhã. Neste momento, são situações secundárias, o que não significa que amanhã [domingo] não seja prioridade”, antecipou.

Jorge Jesus desvalorizou ainda as notícias que dão conta de um possível interesse do Real Madrid nos seus serviços, embora sublinhando que “o futuro a Deus pertence”. Benfica, líder com 81 pontos, e Vitória de Guimarães, quinto classificado com 51, jogam no domingo, a partir das 18:00, no Estádio D. Afonso Henriques, em Guimarães, numa partida que será dirigida pelo árbitro Artur Soares Dias, do Porto.