Dark Mode 148kWh poupados com o Asset 1
i

A opção Dark Mode permite-lhe poupar até 30% de bateria.

Reduza a sua pegada ecológica. Saiba mais

Logótipo da MEO Energia

As 10 imagens mais surpreendentes descobertas pelo Google Earth

No aniversário de 10 anos do Google Earth, o Observador reuniu algumas das imagens mais curiosas descobertas pelos utilizadores do programa.

10 fotos

Há 10 anos o Google Earth tirou dos astronautas e das agências espaciais a exclusividade de ver a Terra do espaço. No seu aniversário, esta terça-feira, a empresa lançou um novo recurso para a versão desktop do programa chamado Voyager, que permite explorar diversos pontos turísticos e lugares ao redor do mundo com vistas panorâmicas de 360 graus.

Ao longo da sua existência, o Google Earth acompanhou a evolução tecnológica dos seus utilizadores e passou a permitir maior controlo e rapidez nas visualizações, o que permitiu que fossem descobertas diversas imagens curiosas ao redor do planeta.

O Observador reuniu na fotogaleria no topo deste artigo dez das imagens mais surpreendentes vistas do Google Earth, através das listas publicadas nas páginas Mashable, Live Science, Twisted Sifter e da revista Time. Porque, como diria Shakespeare, “há mais coisas entre o céu e a terra do que pode imaginar a nossa vã filosofia”.

Ilha num lago numa ilha num lago numa ilha

Não é um jogo de palavras. No Canadá, a 120 quilómetros da costa sul de Victoria Island no norte do país, encontra-se uma ilha num lago numa ilha num lago numa ilha, sim, assim mesmo. O território não tem nome e acredita-se que nunca foi habitado pelo homem.

A floresta perdida do Monte Mabu

Um grupo de cientistas britânicos do Jardim Botânico Real estava a procurar no Google Earth imagens de secções de grande altitude no continente africano quando encontrou uma porção inesperada de vegetação no Monte Mabu, em Moçambique. A imagem revelou ser a maior floresta tropical do sul do continente, um registo até então desconhecido pelos cientistas.

Barco abandonado

Em 2003, o navio de carga boliviano S.S. Jassim encalhou e afundou na costa do Sudão e tornou-se uma das embarcações naufragadas mais visíveis pelo Google Earth.

Padrão no deserto

No deserto de Gobi na China, encontra-se uma instalação militar com um formato geométrico. De acordo com especialistas, estas estruturas são usadas para diversos fins, como o teste de armas e desenvolvimento de satélites e antenas.

Cemitério de aviões

Na cidade de Tucson, nos Estados Unidos, localiza-se a base aérea de Davis Monthan, onde os aviões militares americanos são enviados após o fim das suas funções. Apesar de estar fechado ao público, é possível ver pelo Google Earth uma diversidade de modelos de diferentes tamanhos e épocas.

Lábios desérticos

Parecem lábios no meio de um deserto, mas se trata de uma formação rochosa localizada no Darfur Ocidental, no Sudão.

Lago vermelho

Poluição, resíduos minerais do subsolo ou grande concentração de sal? Os cientistas ainda não têm uma explicação para a cor vermelha deste lago registado pelo programa próximo à cidade de Sadr City no Iraque.

Novas pirâmides

A arqueóloga Angela Micol descobriu montes incomuns com formato triangular no sul do Egito – um deles tem cerca de 190 metros de altura. No entanto, ainda não foram comprovadas evidências de que eram verdadeiramente pirâmides.

Rede de pesca gigante

Em 2009, foram descobertas imagens de uma forma incomum próxima do rio Teifi, no Reino Unido. Após algumas investigações, constatou-se que se tratava de uma estrutura de cerca de 260 metros utilizadas para a pesca no século XI.

A ilha que não é uma ilha

Em 2012, um grupo de cientistas australianos tirou o título de ilha a um pedaço de terra descoberto através do Google Earth, chamado de Ilha Sandy, próximo da Nova Caledônia, no Oceano Pacífico. Quando os investigadores chegaram ao local, descobriram que se tratava apenas de uma massa rochosa localizada abaixo do nível do mar.

Recomendamos

A página está a demorar muito tempo.