Norte

Amarante recebe a música dos Dead Combo, esta sexta-feira, às 22h00, no Largo de S. Gonçalo. A música instrumental da dupla vai soar ainda melhor ao ar livre, sob as estrelas. A entrada é livre.

Para assinalar a programação cultural do verão portuense, que promete mais de 400 eventos, acontece este sábado o “Volta ao Verão em 12 horas“, uma concentração do que vai ser possível fazer, ver e ouvir entre julho e setembro na cidade. A partir das 13h00 e até à uma da manhã, o dia tem propostas para todos os gostos e idades, que vão desde a música à dança, o teatro ao cinema, passando pelo desporto e por várias atividades especialmente dedicadas aos mais novos. O programa completo está aqui e o acesso é gratuito.

Se em Lisboa há Super Bock Super Rock, em Gaia há Marés Vivas. O festival arrancou na quinta-feira com John Legend, mas ainda há cartuchos para queimar. Esta sexta-feira, quem for à Praia do Cabedelo vai poder ver e ouvir Lenny Kravitz, Kika, Buraka Som Sistema e muito mais. No sábado, o nome maior do cartaz é Jamie Cullum, mas também há The Script, Ana Moura e The Black Mamba. O bilhete diário custa 35 euros e o passe para os três dias 60 euros.

jamesonlazysessions

Se aos domingos há Porto Sunday Sessions, aos sábados há Jameson Lazy Sessions. ©Divulgação

Se as tardes de domingo no Porto estão ocupadas com as Porto Sunday Sessions, para o sábados a proposta chama-se Jameson Lazy Sessions. Entre 18 de julho e 10 de outubro, sempre no Jardim das Virtudes, há DJ set a partir das 15h00. Às 17h00 começa o concerto (e há nomes variados, de PZ a Sequin, passando por Elisa Rodrigues Quarteto). Às 18h00 recomeça o DJ set, até às 20h00. A entrada é gratuita.

Quem prefere ficar longe da confusão tem em Serralves uma boa alternativa. Até porque, no sábado, entre as 10h00 e e a meia-noite, há um open day com entrada gratuita no museu e no parque. Entre as 10h00 e as 13h00, os visitantes podem participar na oficina “À descoberta da Oliveira”, uma oliveira milenar que mora no parque. As exposições patentes no Museu e na Casa estão à disposição e até à meia-noite é possível explorar o Parque de Serralves iluminado pela instalação “Há Luz no Parque” num passeio livre ou com visita guiada noturna.

Centro

Antecedendo a abertura do 19.º Festival Internacional de Cinema Avanca, o Cinema Dolce Vita de Ovar inicia esta sexta-feira a exibição continuada de filmes que integram o conjunto de Panoramas que o festival exibe este ano. Diariamente (de segunda a quarta às 16h, quinta-feira às 18h e 21h30, sexta-feira, sábado e domingo às 16h, 18h e 21h30) vão ser exibidas curtas-metragens e documentários de países como Japão, Brasil, Croácia, Itália, França e São Tomé e Príncipe, para além de um Panorama de Cinema Português. A entrada é gratuita.

Começa esta sexta-feira um ciclo de cinema gratuito na esplanada do Centro Comercial Alegro Castelo Branco. E arranca logo com o filme de animação “Asterix: O Domínio dos Deuses”. No sábado e no domingo, as corridas vão dominar o ecrã, com “Velocidade Furiosa 7” e “Mad Max: Estrada da Fúria”. Nem as pipocas ficam de fora da oferta.

ocean spirit

O Ocean Spirit está de regresso a Santa Cruz. ©Henrique Casinhas Photography

Santa Cruz, em Torres Vedras, vai encher e a culpa é da 9.ª edição do Ocean Spirit, que começa sexta-feira. Provas nacionais e internacionais de surf, longboard, bodyboard, skimboard, kayaksurf, waveski, e stand up paddle são as principais atrações, mas quem gosta pouco de desportos na água pode aparecer só à noite para as festas com concertos e DJs. Gonçalo Lopes (22h30), Expensive Soul (00h00) e Tiago Bandeiras (01h30) inauguram o cartaz. No sábado atuam DJ Campina, Mundo Secreto e Telmo Pereira. O acesso é sempre gratuito.

Sul

O INATEL continua a celebrar o seu 80.º aniversário e, no sábado, às 22h00, vai levar ao Terreiro do Paço, em Lisboa, uma “Noite de Luz e Fogo“. O espetáculo multimédia de grande inclui tudo e mais alguma coisa, desde atuações ao vivo a efeitos especiais de luz e fogo, passando por projeções em 4D. As cenas que o público vai ver contam a história da instituição, fundada em 1935. A entrada é livre.

O Super Bock Super Rock voltou a Lisboa e já está a dar música a milhares de festivaleiros no Parque das Nações, entre o Pavilhão Atlântico e o MEO Arena. Na quinta-feira, Sting já mostrou o que vale. Na sexta-feira atuam os regressados Blur, as rebeldes Savages, o imperdível Benjamin Clementine e a parceria Jorge Palma & Sérgio Godinho. No sábado, destaque para Florence & The Machine, Crystal Fighters, Palma Violets, Unknown Mortal Orchestra, Criolo e mais uma parceria, entre Frank Ferdinand e Sparks. O bilhete diário custa 50 euros e o passe 95 euros.

A inauguração das novas instalações do Museu do Chiado, em Lisboa, fez-se envolta em polémica, mas convém lembrar que nos 1.600 metros quadrados do novo edifício estão cerca de 70 obras de arte contemporânea que merecem ser admiradas. “Narrativa de uma Coleção – Arte Portuguesa na Coleção da Secretaria de Estado da Cultura (1960-1990)” reúne óleos sobre tela, fotografias, esculturas, tinta-da-china sobre papel e serigrafias da artistas como Paula Rego, Julião Sarmento, René Bértholo, António Charrua, Fernando Calhau, António Dacosta e Helena Almeida. Apesar de o museu ter agora o dobro do espaço, o preço dos bilhetes mantém-se inalterado: 4,50 euros.

noite de luz e fogo

“Noite de Luz e Fogo” vai contar a história do INATEL a partir da arte. ©Divulgação

Lisboetas e turistas têm em comum, na ponta da língua, o elogio à luz de Lisboa. Poetas, pintores e fotógrafos inspiram-se nela para a criação de inúmeras obras de arte. Diretores de fotografia arrastam cineastas para filmarem na capital portuguesa. O que é que a luz de Lisboa tem de tão especial, a ponto de se ter tornado num ícone imaterial da cidade? A resposta está na exposição “A Luz de Lisboa“, que inaugura esta sexta-feira no Torreão Poente, no Terreiro do Paço. Numa primeira parte, a ciência explica o fenómeno. Depois, há 45 obras de pintura, desenho, fotografia, cinema, vídeo, documentário e literatura para admirar. A entrada custa três euros.

Na Gulbenkian há cinema bom e gratuito, no sábado, às 21h30. No lançamento do catálogo do ciclo de cinema “P’ra Rir”, que fez regressar o cinema à Fundação, será exibida a comédia “Um Dia Nas Corridas“, dos Irmãos Marx, realizado em 1937 por Sam Wood. Será que um cavalo vai salvar a história?

Se o festival Marés Vivas não agrada e o Super Bock Super Rock também não satisfaz, quem quer ouvir boa música num local menos urbano tem no Festival de Músicas do Mundo de Sines a solução ideal. A partir desta sexta-feira (com Janita Salomé a inaugurar, às 19h00) há 47 concertos de diferentes géneros e geografias, em Porto Covo, até domingo, e depois em Sines, até 25 de julho.

Lisboa não é a única cidade do país a receber o Lisbon Music Fest. O evento que traz a Portugal algumas das mais importantes orquestras e bandas de jovens de todo o mundo, passa esta sexta-feira, às 21h30, pela Praça do Giraldo, em Évora. A Joven Orquesta Promúsica de Málaga é a convidada. A entrada é gratuita.

A programação cultural de verão em Tavira já está ao rubro, ou não estivéssemos no verão. De 17 de julho a 6 de setembro, a Rua do Cais acolhe diferentes feiras: do Livro, dos Ofícios, de Antiguidades e Velharias, de Stocks e, pela terceira vez, a Feira da Dieta Mediterrânica. A primeira é a Feira do Livro, onde, entre as 20h00 e as 00h30 os visitantes podem tentar encontrar leituras para as férias – e não só.