A situação na Guiné-Bissau, os oceanos e a participação de Portugal em missões de paz internacionais foram os temas debatidos no encontro do Presidente da República com o secretário-geral das Nações Unidas, segundo fonte diplomática.

O encontro, de cerca de 20 minutos, aconteceu ao final da tarde de segunda-feira na sede das Nações Unidas, em Nova Iorque, depois do chefe de Estado português, Aníbal Cavaco Silva, ter participado na abertura da 70.ª sessão da Assembleia-Geral da organização.

De acordo com fonte diplomática, sobre a situação na Guiné-Bissau, o Presidente da República sublinhou os esforços que Portugal tem feito para encorajar um maior diálogo entre as partes e os atores políticos, no respeito da vontade que o povo daquele país africano expressou nas urnas.

A presença das Nações Unidas na Guiné-Bissau foi igualmente focada no encontro com o secretário-geral, Ban Ki-Moon, com Cavaco Silva a valorizar a forma como a organização tem ajudado a moderar muitos dos conflitos que têm existido, assim como contribuído para um maior espírito democrático dentro do país.

Relativamente ao tema dos oceanos, a fonte diplomática adiantou que o chefe de Estado fez referência à forma como Portugal tem cooperado com as Nações Unidas no sentido de promover uma gestão mais organizada com vista a que seja alcançada uma maior sustentabilidade.

Quanto à participação em missões de paz internacionais, o chefe de Estado focou a presença no Mali, onde Portugal continua a ter um avião de transporte – neste momento, um C-295 – que está a realizar apoio humanitário e também a contribuir para a estabilização do país.

Ao início da noite em Nova Iorque, Cavaco Silva participou ainda numa receção oferecida pelo Presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, em honra dos chefes de Estado e de Governo presentes para a abertura da 70.ª sessão da Assembleia-Geral das Nações Unidas.