455kWh poupados com o Logótipo da MEO Energia Logótipo da MEO Energia
i

A opção Dark Mode permite-lhe poupar até 30% de bateria.

Reduza a sua pegada ecológica.
Saiba mais

Logótipo da MEO Energia

Adere à Fibra do MEO com a máxima velocidade desde 29.99/mês aqui.

Relações Internacionais

Relações Internacionais

A reorientação asiática da Rússia

Rússia e China estão ativamente interessadas em constranger o Ocidente. Uma linha que tenderão a seguir é a de desafiar a dominância do dólar e das restantes moedas ocidentais.
Relações Internacionais

O sistema europeu de proteção dos Direitos Humanos

Vladimir Putin não só pôs em causa a estabilidade do Direito Internacional como passou por cima de várias entidades reguladoras de segurança com manifestações de carácter ameaçador.
Rádio Observador

Apoio à Ucrânia está a abrandar? Ligue 910024185

Na Europa começam a dividir-se opiniões sobre qual pode ser o desfecho da guerra na Ucrânia, derrotar a Rússia ou permitir uma saida airosa? Ligue 910024185 e entre em direto no Contra-Corrente.
Rádio Observador

Como alcançar a paz na Ucrânia? Ligue 910024185

Esta semana passam 3 meses de guerra na Ucrânia e já se desenham cenários para o futuro do conflito. Qual a solução para a paz? Ligue 910024185 e entre em direto no Contra-Corrente a partir das 10h10
Explicador

EUA e entrada na guerra: "Taiwan seria invadida"

Diana Soller, investigadora do IPRI, diz que Biden se baseou no contexto da guerra. Luís Mah, professor de Estudos de Desenvolvimentos da ULisboa, duvida de uma "reunificação" de Taiwan a curto prazo
Relações Internacionais

Dissimulação na política internacional (III)

O aspecto mais interessante da campanha de dissimulação do Irão tem mais que ver com o seu falhanço do que com o seu sucesso. O acordo foi sacralizado pelo medo dos custos políticos do seu fracasso.
Relações Internacionais

Fukuyama, Mearsheimer, Huntington e a Guerra Fria

A concorrência económica pacífica não substituiu o conflito entre as potências. Pelo contrário, parece antes que a concorrência económica se transformou na arma de eleição do conflito.
Estados Unidos da América

América, quo vadis?

Os EUA podem recuperar a posição mais intervencionista que adoptaram desde o pós-guerra, contudo sob o risco real de um contínuo desagregar do tecido social americano.
Resposta Pronta

Finlândia "Rússia vai adotar posição mais robusta"

A investigadora do Instituto de Relações Internacionais, Sónia Sénica, comenta a possível adesão à organização atlântica por parte da Finlândia. A especialista fala de uma "mudança histórica".
Relações Internacionais

A insustentável leveza do Direito Internacional

O direito internacional precisa de se reinventar e adaptar aos novos tempos. Porque, em 2022, é seguro afirmar-se que as Nações Unidas e o Direito Internacional não nos salvarão.
Relações Internacionais

Dissimulação na política internacional (II)

A orquestração conceptual do Kremlin é reveladora. O Czar decidiu não chamar os bois pelos nomes porque considerou a possibilidade de que uma guerra poderia ser mal vista por boa parte do povo russo.
Mundo

Dissimulação na política internacional (I)

Nenhum estado pode dar-se ao luxo de competir com outros estados num sistema anárquico sujeito à desvantagem da transparência ou da sinceridade.
Noticiário

00h. Nova vala comum localizada em Mariupol

Autoridades locais acreditam que russos estão a enterrar ou cremar residentes mortos em Mariupol em todos os distritos da região. E ainda, o aviso de Zelensky: Rússia quer invadir outros países.
Guerra na Ucrânia

Como a Rússia se tornou num Estado pária

A invasão da Ucrânia é uma flagrante violação do direito internacional, sendo essa indiscutível flagrância que legitima a maior ação sancionatória não-violenta alguma vez conduzida contra um Estado.
Explicador

Ucrânia: "Negociações não são de total boa fé"

Especialista em Relações Internacionais, Luís Tomé, diz que negociações não acontecem de boa fé. Mónica Dias, investigadora Relações Internacionais, diz que Rússia não está a ser séria.
Gabinete de Guerra

Pausa técnica. "Podem recalibrar condições"

Ana Santos Pinto, investigadora do IPRI, avisa que "não haverá fumo branco em meia dúzia de horas" de reunião. Diz que papel russo na Síria "não terá sido treino", mas de "alinhamento de interesses".
Explicador em vídeo

Explicador em vídeo. As jogadas de Putin

Em mais de 20 anos de poder, Putin geriu a relação com o Ocidente com minúcia, perpetuando a ideia de uma ameaça externa constante. Explicamos em vídeo as jogadas que fez até à invasão da Ucrânia.
Guerra na Ucrânia

Uma nova ordem internacional?

Mesmo partindo do princípio de que se evitará o pior, a chamada ordem internacional liberal sairá desta guerra seriamente abalada.
Noticiário

20h. Ucrânia pede encerramento de espaço aéreo

Presidente ucraniano admite que o país, sozinho, é incapaz de parar a ofensiva russa. E ainda o novo balanço das Nações Unidas: a guerra na Ucrânia já matou pelo menos 37 crianças.
Noticiário

19h. "Mundo não pode perder Ucrânia", diz Zelensky

Em entrevista à CNN, presidente ucraniano avisa que, antes de avançar cessar-fogo, ataques à cidade têm de parar. E, Parlamento Europeu recomenda dar à Ucrânia estatuto de candidato à União Europeia.
Noticiário

13h. Ucrânia.Bielorrússia pode juntar-se a invasão

Ministro da Defesa ucraniano deixa a garantia: Bielorrússia está prestes a juntar-se à Russia e a declarar guerra à Ucrânia. E, vários países europeus estão a fechar o espaço aéreo a aviões russos.
Noticiário

11h. Ucrânia submete ação judicial contra Rússia

Presidente ucraniano avançou com ação judicial contra a Rússia no Tribunal Internacional de Justiça, que faz parte da ONU. E ainda, países da UE bloqueiam espaço aéreo a voos russos.
Noticiário

10h. UE avalia proibição de voos russos

Tema vai estar em cima da mesa na reunião dos ministros dos Negócios Estrangeiros dos 27, marcada para esta tarde. E ainda, Kremlin abre a porta a diálogo, mas condições não agradam à Ucrânia.
Noticiário

9h. Rússia. EUA, UE e RU acordam novas sanções

Em cima da mesa está a exclusão de alguns bancos russos do sistema bancário Swift. Ucrânia elogia nova ronda de sanções. E, Conselho de Segurança da ONU volta a reunir-se hoje.
Guerra na Ucrânia

A Rússia e o novo ambiente de segurança na Europa

Putin percebe o contexto internacional dominado por um número limitado de potências em condições iguais de poder. As principais questões mundiais devem ser decididas por elas de forma concertada.
Resposta Pronta

"Sem espaço para reforçar relações diplomáticas"

Carlos Gaspar, investigador do Instituto Português de Relações Internacionais, elogia Olaf Scholz e a postura de Joe Biden. "Conseguiu manter firmeza na NATO, teria sido impossível com Trump".
Relações Internacionais

O isolamento das democracias

Em 1971 a China e os EUA tinham um inimigo comum que era a URSS. Em 2020 os dois aliados são a China e a Rússia e o inimigo os EUA. O equilíbrio de poder alterou-se porque a realidade mudou.
Noticiário

7h. Eleições. Fica tudo congelado até primavera

Eleições vão ser repetidas nos dias 12 e 13 de março, no círculo da Europa. Tomada de posse do governo volta a ser adiada. E, EUA não acreditam na retirada de tropas russas da fronteira ucraniana.
Noticiário

8h. Rússia dá por terminados exercícios na Crimeia

Ministro russo da defesa confirma que tropas que estavam na região da Crimeia estão de regresso à base permanente. Por cá, sismo de 5.0 surpreendeu esta madrugada os habitantes da ilha da Madeira.
Noticiário

7h. Scholz visita Ucrânia, Kiev faz novo ultimato

Chanceler alemão garante que, no caso de uma invasão, as sanções ocidentais contra a Rússia entram em vigor imediatamente. E ainda, PSP registou mais de duas mil denúncias de violência no namoro.
Zoom

"Acordo entre UE e União Africana é uma ficção"

Ursula Von Der Leyen, presidente da CE, inicia hoje uma visita ao Senegal. Fernando Jorge Cardoso, especialista em estudos africanos, diz que para haver acordo falta "haver união política na Europa".
Relações Internacionais

Ucrânia: verdades antigas e mentiras modernas

A NATO não precisa da Ucrânia para defender qualquer interesse vital enquanto a Rússia precisa e muito que este país seja pelo menos neutro. Basta olhar para o mapa da Europa e só não vê quem não quer
Rússia

Irlanda repudia exercícios navais russos na costa

Simon Coveney, ministro dos Negócios Estrangeiros, assim como ministro da Defesa afirmou ter deixado "claro ao embaixador russo na Irlanda que [o exercício] não é correto".
Relações Internacionais

Ainda há mundo livre?

Biden também tem, no decorrer deste ano, um grande fracasso: o paradoxo entre querer criar uma ordem liberal separada e a dificuldade de estabilizar a democracia na própria América.
Legislativas 2022

Orgulhosamente sós

A Comissão Europeia pretende financiar a energia nuclear de nova geração, para acelerar a transição para uma economia neutra em carbono. Em Portugal esta questão não é discutida.
Zoom

Rússia prepara-se para não sair do Cazaquistão

Luis Tomé, professor da Universidade Autónoma de Lisboa, explica as mais recentes movimentações russas no Cazaquistão
Taiwan

Taiwan compra 20.400 garrafas de rum da Lituânia

Desde que anunciou que iria estabelecer laços comerciais e diplomáticos com Taiwan, a Lituânia tem vivido um aumento da tensão com o gigante chinês, que reclama para si a ilha asiática.
Relações Internacionais

Sérvia recebe novo armamento proveniente da Rússia

"São provavelmente as melhores armas antitanque do mundo", assume o Presidente da Sérvia, Aleksandar Vucic. "O Kornet é uma importante ferramenta defensiva para deter qualquer potencial agressão".
Relações Internacionais

O ano do Tigre

Para continuar a crescer a um ritmo acelerado a China precisa de novas reformas, o que se afigura improvável. Assim, não se pode excluir que o pico de crescimento da China já tenha ocorrido.
Taiwan

China: EUA pagarão preço pelo apoio a Taiwan 

A China nunca excluiu a possibilidade de utilizar a força para estabelecer a sua soberania sobre Taiwan e, nos últimos meses, intensificou as incursões aéreas na zona de identificação de defesa.
Vladimir Putin

Ucrânia. Putin acredita em diálogo eficaz com EUA

Moscovo, que já anunciou ter feito regressar os militares, nega qualquer intenção bélica e diz ter sido ameaçada por provocações da Ucrânia e da NATO.
Marcelo Rebelo de Sousa

Marcelo falou com o Presidente da Finlândia

Na conversa "foram abordados diversos temas, nomeadamente a situação pandémica, as relações bilaterais e multilaterais, bem como a situação geoestratégica a nível europeu e mundial."
A página está a demorar muito tempo.

Ofereça este artigo a um amigo

Enquanto assinante, tem para partilhar este mês.

A enviar artigo...

Artigo oferecido com sucesso

Ainda tem para partilhar este mês.

O seu amigo vai receber, nos próximos minutos, um e-mail com uma ligação para ler este artigo gratuitamente.

Ofereça artigos por mês ao ser assinante do Observador

Partilhe os seus artigos preferidos com os seus amigos.
Quem recebe só precisa de iniciar a sessão na conta Observador e poderá ler o artigo, mesmo que não seja assinante.

Este artigo foi-lhe oferecido pelo nosso assinante . Assine o Observador hoje, e tenha acesso ilimitado a todo o nosso conteúdo. Veja aqui as suas opções.

Atingiu o limite de artigos que pode oferecer

Já ofereceu artigos este mês.
A partir de 1 de poderá oferecer mais artigos aos seus amigos.

Aconteceu um erro

Por favor tente mais tarde.

Atenção

Este artigo só pode ser lido por um utilizador registado com o mesmo endereço de email que recebeu esta oferta.
Para conseguir ler o artigo inicie sessão com o endereço de email correto.