A Mota-Engil chegou a um acordo para a venda das suas participações no setor portuário, que incluem a Tertir e a Liscont, concessionária do terminal de contentores de Alcântara.

O comprador é o grupo Yildirim, um grupo industrial turco com sede em Istambul. O negócio valoriza os ativos da Mota-Engil nesta área em 275 milhões de euros (excluindo dívida) e ainda está dependente de várias autorizações.

A operação envolve a venda das subsidiárias Mota-Engil Logística e Tertir Terminais de Portugal e será precedida de algumas operações de reorganização societária, estando ainda dependente da luz verde da Autoridade da Concorrência e da autorização das entidades concedentes, que no caso de Liscont será o Porto de Lisboa.

Para além das concessões portuárias em Portugal, onde o grupo Mota-Engil era o principal operador, a transação envolve as concessões em Espanha e no Peru e a empresa de serviços de suporte de logística Transitex.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

A Mota-Engil justifica esta alienação como o resultado “da decisão estratégica de saída do segmento portuário em sintonia com o reforço recente que o grupo fez no segmento de resíduos com o qual, após a integração recente da EGF (Empresa Geral de Fomento), pretende basear a expansão internacional da sua atividade de serviços”.

A construtora portuguesa ganhou a privatização da empresa de resíduos no ano passado depois de oferecer cerca de 150 milhões de euros. Esta operação teve luz verde da Autoridade da Concorrência já este ano.

Em comunicado, a Mota-Engil explica que “o encaixe financeiro resultante desta transação irá permitir ao grupo a otimização e o reforço da sua estrutura de capital, em linha com a estratégia financeira delineada.”

Esta operação foi acompanhada pelo Novo Banco (antigo Banco Espírito Santo) que cedeu a participação de 36,875% detida na Tertir também ao grupo Yildirim.

A conclusão da transação nos termos ora acordados implicará um impacto positivo nos
resultados líquidos, rácio de solvabilidade e liquidez do Novo Banco, refere a instituição em comunicado.

O grupo Yildirim é uma empresa privada detida por três irmãos que opera em vários setores que vão desde a construção e reparação naval e operação portuária, até à construção, imobiliário, setor mineiro, siderurgia, private equity, carvão e produtos químicos. Segundo a informação institucional, o grupo está em cinco continentes e emprega cerca de 6000 pessoas.