Mais uma estreia em Portugal, e novamente pela mão da Galeria Zé dos Bois, que já tinha apadrinhado no mês passado a vinda a Lisboa a solo de Angel Olsen. Desta vez chegou Jessica Pratt, guitarrista e cantora folk, que tocou no GRNation de Braga na segunda-feira, e que veio agora à capital (passando pela Corunha a meio caminho).

A música de Jessica Pratt é íntima e introspetiva. Tem um encantamento muito próprio a que não é fácil apontar influências. Talvez se possam sugerir algumas semelhanças com Meg Baird, que curiosamente edita os seus trabalhos na mesma editora, a Drag City, de Chicago, e que integrou também a banda norte-americana Espers.

O mote da sua vinda era a apresentação dos novos temas, lançados no início deste ano, no disco On Your Own Love Again — sem que, no entanto, isso a impedisse de ir buscar temas mais antigos ao seu primeiro disco (Jessica Pratt, de 2012), como o muito bem recebido “Night Faces”, por exemplo. Jessica Pratt veio acompanhada pelo seu parceiro habitual, o guitarrista Cyrus Gengras. 

As músicas novas foram as que mais reações causaram no público. Temas como “Wrong Hand”, “Moon Dude” ou a belíssima “On Your Own Love Again”, por exemplo. Aquele em que se sentiu, de uma forma mais clara, a recepção calorosa do público foi “Back, baby”, entoada por muitos.

No fim do concerto, o público teve ainda direito a dois encores. No primeiro, Jessica Pratt tocou sozinha. No segundo, regressaria ao palco com Cyrus Gengras, para terminarem juntos o concerto que começaram. Veja na fotogaleria como tudo se passou.

Editado por Miguel Pinheiro