Orçamento do Estado

Orçamento das escolas públicas cai. Despesa com privados sobe

4.292

As escolas públicas vão receber menos dinheiro em 2016 do que aquele que precisaram em 2015 para fazer face às despesas. Já as escolas privadas com contrato com o Estado vão ganhar mais.

MARIO CALDEIRA/LUSA

Autor
  • Marlene Carriço

São menos 82 milhões de euros. É esta a dimensão do corte no orçamento das escolas em 2016. A proposta de Orçamento do Estado para este ano, entregue esta sexta-feira no Parlamento, fala numa verba total de 5.843,3 milhões de euros para o Ensino Básico e Secundário e Administração Escolar, o que compara com os 5.925,3 milhões executados em 2015.

“Verifica-se um decréscimo na despesa de 1,4%”, lê-se na proposta de lei do Governo, onde é possível verificar que também a verba destinada à educação pré-escolar cai 1,2% para os 462,4 milhões de euros.

Mas num quadro marcado por reduções, destaca-se, pela diferença, a rubrica das transferências para o ensino particular e cooperativo. É que se o orçamento das escolas públicas cai, para este ano o Governo propõe um orçamento de 254,3 milhões para estas escolas particulares com contrato de associação com o Estado, mais 6% do que a verba gasta em 2015 (239,9 milhões).

Este quadro surpreende sobretudo depois de o atual primeiro-ministro ter criticado, ainda na oposição, o anterior Governo por estar a “desviar dinheiro que falta para melhorar as escolas públicas para financiar mais 600 turmas” no privado.

    Se tiver uma história que queira partilhar ou informações que considere importantes sobre abusos sexuais na Igreja em Portugal, pode contactar o Observador de várias formas — com a certeza de que garantiremos o seu anonimato, se assim o pretender:

  1. Pode preencher este formulário;
  2. Pode enviar-nos um email para abusos@observador.pt ou, pessoalmente, para Sónia Simões (ssimoes@observador.pt) ou para João Francisco Gomes (jfgomes@observador.pt);
  3. Pode contactar-nos através do WhatsApp para o número 913 513 883;
  4. Ou pode ligar-nos pelo mesmo número: 913 513 883.
Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt
Professores

A Justiça e os Professores

Arnaldo Santos
431

Justiça é dar a cada um aquilo que é seu e cada professor deu o seu trabalho no tempo de congelamento na expetativa de ter a respetiva retribuição relativa à progressão na carreira: o que é seu é seu.

Benefícios Fiscais

Se calhar mais valia ter ido…

António Maria Cabral
177

Por que motivo um jogador de futebol (Pepe) que receberá milhões de euros afinal “só” vai pagar metade de IRS? A resposta é nos dada pela Lei de Orçamento de Estado de 2019...

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)