Serra da Estrela

Mais uma vez o buraco na Serra da Estrela. Mas agora em gelo

2.761

A dupla Daniel Alvez e Hugo Tavares já tinha filmado um buraco no meio da Lagoa dos Conchos na Serra da Estrela. Agora, passadas 2 semanas, voltaram e deram com um cenário ainda mais espetacular

A dupla Hélder Tavares e Daniel Alvez regressaram ao Covão dos Conchos e encontraram este cenário

Hélder Tavares/Probilder

Autor
  • Manuel Louro

Daniel Alvez e Hélder Tavares, da empresa Probilder, captaram uma daquelas paisagens que parecem retiradas de algum sítio longínquo o qual, provavelmente, nunca iremos visitar. Mas não. As imagens são aqui bem perto: no Covão dos Conchos, bem no alto da Serra da Estrela.

Já no início de fevereiro, o drone dessa empresa filmou um vídeo, com pouco mais de 3 minutos, onde aparecia um misterioso buraco no meio de uma lagoa. Mas esse estranho sumidouro, explicou Hélder Tavares ao Observador, “foi construído em 1955 pelo homem”. Para além do buraco, existe também um túnel feito de betão e granito e que serve para “encaminhar a água” da Lagoa dos Conchos para a Lagoa Comprida. Ou seja, “o túnel liga as duas lagoas não tem qualquer inclinação para manter o caudal de água”.

Se estas primeiras imagens já eram por si só impressionantes, a dupla regressou agora ao local, duas semanas depois da realização do vídeo, e o cenário que lá encontrou é ainda mais admirável. Depois de uma “caminhada de cinco quilómetros” e que dura cerca de “uma hora a pé”, como explica Tavares, os dois amigos encontraram a água que corre para dentro do buraco quase gelada. A Lagoa dos Conchos estava mesmo coberta por uma fina película de gelo e a vegetação em redor coberta de gelo e neve.

O cenário deslumbrante é o que se vê nas fotografias:

buraco serra da estrela

Hélder Tavares/Probilder

Ao longo do percurso, que Hugo Tavares considera “valer muito a pena”, a paisagem foi sendo fotografada:

Hélder Tavares Serra da Estrela

Hélder Tavares/Probilder

Hélder Tavares Tavares Serra da Estrela 2

Hélder Tavares/Probilder

Devido à espetacularidade dos registos, o trabalho de Tavares e Alvez tem dado a volta às redes sociais. Tudo através da “mini-empresa em crescimento” que é a Probilder. Hélder Tavares explica que foram apenas “três amigos interessados em filmagens e fotografias” deram início a este projeto, até que um dos sócios “investiu num drone e eu numa câmara!”. “Então fomos em frente”, acrescentou. E bem, pois como nos disse o fotógrafo, a empresa tem mesmo “dado frutos”.

Todos queremos saber mais. E escolher bem.

A vida é feita de escolhas. E as escolhas devem ser informadas.

Há uns meses o Observador fez uma escolha: uma parte dos artigos que publicamos deixariam de ser de acesso totalmente livre. Esses artigos Premium, por regra aqueles onde fazemos um maior investimento editorial e que mais diferenciam o nosso projecto, constituem a base do nosso programa de assinaturas.

Este programa Premium não tolheu o nosso crescimento – arrancámos mesmo 2019 com os melhores resultados de sempre.

Este programa tornou-nos mesmo mais exigentes com o jornalismo que fazemos – um jornalismo que informa e explica, um jornalismo que investiga e incomoda, um jornalismo independente e sem medo. E diferente.

Este programa está a permitir que tenhamos uma nova fonte de receitas e não dependamos apenas da publicidade – porque não há futuro para a imprensa livre se isso não acontecer.

O Observador existe para servir os seus leitores e permitir que mais ar fresco circule no espaço público da nossa democracia. Por isso o Observador também é dos seus leitores e necessita deles, tem de contar com eles. Como subscritores do programa de assinaturas Observador Premium.

Se gosta do Observador, esteja com o Observador. É só escolher a modalidade de assinaturas Premium que mais lhe convier.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt
10 de junho

A função social da esquerda /premium

Rui Ramos

Talvez a direita, noutros tempos, tenha tido o papel de nos lembrar que não somos todos iguais. As reacções ao discurso de João Miguel Tavares sugerem que essa função social é hoje da esquerda.

10 de junho

A função social da esquerda /premium

Rui Ramos

Talvez a direita, noutros tempos, tenha tido o papel de nos lembrar que não somos todos iguais. As reacções ao discurso de João Miguel Tavares sugerem que essa função social é hoje da esquerda.

PAN

A culpa como arma final /premium

André Abrantes Amaral

Antes o pecador ia para o Inferno; agora destrói a Terra. A Igreja falava em nome de Deus; o PAN fala em nome do planeta. Onde foi buscar tal ideia é o que a democracia tem tido dificuldade em perguntar

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)