Diz-se que na vida tudo muda. E como as redes sociais também fazem parte dela, vêm aí mudanças no Instagram. Esta terça-feira, a rede social anunciou que, em breve, “a ordem das fotos e vídeos no seu feed será baseada na probabilidade de você se interessar pelo conteúdo, na relação que tem com a pessoa que o publica e na atualidade da publicação”.

Até aqui, as publicações eram mostradas por ordem cronológica invertida, ou seja, as mais recentes surgiam sempre primeiro. Com esta alteração, a organização do feed deverá ser feita por um algoritmo automático que, analisando os interesses e o comportamento do utilizador, mostrará primeiro as publicações mais relevantes.

“Todas as publicações vão continuar lá, apenas numa ordem diferente”, garante a rede social em comunicado, indicando que a mudança será feita de forma gradual. “Vamos levar tempo até fazer isto corretamente”, mas “vamos ouvir o seu feedback pelo caminho. Verá a nova experiência nos próximos meses”, acrescenta.

A decisão é justificada com o facto de que, “em média, as pessoas perdem 70% [do conteúdo] dos seus feeds. Assim, “se o seu músico favorito partilhar um vídeo do concerto da noite passada, ele estará à sua espera quando acordar, independentemente de quantas contas segue ou do fuso horário onde se encontra”.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

Esta organização com base num algoritmo não é uma tecnologia nova. O Facebook, que detém o Instagram desde 2012, integrou um algoritmo deste género no seu feed de notícias em 2009. No mês passado foi a vez do Twitter, que passou a mostrar primeiro os “melhores tweets“.

Esta é já a segunda alteração que o Instagram faz nos feeds dos utilizadores. No final do ano passado, a rede social passou a misturar anúncios publicitários com o conteúdo apresentado nos feeds dos utilizadores.