Apuradas, em definitivo, as vendas de automóveis no mercado português até Maio, segundo os dados ontem divulgados pela ACAP – Associação Automóvel de Portugal –, a Renault não só é líder de vendas nos ligeiros de passageiros, com a comercialização de 11.413 veículos, como é também a única marca a figurar três vezes no “top 10” dos modelos mais vendidos em Portugal, nos primeiros cinco meses do ano.

O Clio é a estrela (4.870), seguido pelo Mégane (2.957) e pelo Captur (2.745), com a marca francesa a dominar em três segmentos, designadamente o B (utilitários), o C (familiares compactos) e nos SUV compactos.

Peugeot, Volkswagen e Opel têm dupla presença no “ranking”, por via, respectivamente, dos modelos 208 e 308, Polo e Golf, Corsa e Astra. De 10 resta apenas um lugar na lista dos modelos mais vendidos no mercado nacional, que é ocupado pela Mercedes com o seu Classe A.

Os melhores de cada segmento

No segmento B, aquele que continua a ter uma maior preponderância devido à fiscalidade portuguesa, logo a seguir ao Clio, surgem o Peugeot 208 e o Volkswagen Polo, com vendas de 3.103 e 3.028 unidades, respectivamente. Segue-se o Opel Corsa (2.751) e o Seat Ibiza (2.010).

O pequeno 500 continua a ser um dos modelos preferidos dos portugueses

O pequeno 500 continua a ser um dos modelos preferidos dos portugueses

Na categoria A, os chamados citadinos, é a Fiat quem lidera graças ao 500, modelo de que totalizou 1.466 vendas entre Janeiro e Maio deste ano. No “ranking” dos modelos de maior sucesso comercial em Portugal, o modelo transalpino ocupa a 20.ª posição. O Volkswagen up! está-lhe no encalço (802 unidades vendidas), sendo a 2.ª proposta preferida dos consumidores nacionais em matéria de pequenos ligeiros de passageiros. De seguida encontram-se o Peugeot 108 (744), o Citroën C1 (733) e o Smart Fortwo (692).

Entre os familiares compactos, a hegemonia está entregue ao Mégane, com o Golf a assumir o 2.º posto (2.611 unidades) e o Peugeot 308 o 3.º lugar (2.500). Logo depois posiciona-se o Mercedes Classe A (2.251), com o Opel Astra (2.139) a fechar o “ranking” dos cinco modelos mais vendidos nesta classe.

Já no segmento D, a tendência do consumidor vai para a valorização das marcas “premium”, já que o Mercedes Classe C e o BMW Série 3 são, respectivamente, os familiares mais vendidos em Portugal, entre Janeiro e Maio, com vendas de 1.537 e 1.019 unidades. O Volkswagen Passat (840) e o Audi A4 (685) ocupam a 3.ª e a 4.ª posições.

qashqai

Os SUV continuam a ganhar expressividade no mercado, sendo de destacar o “pai” deste segmento, o Qashquai. Este Nissan continua imbatível e a prova disso são as 2.042 unidades comercializadas nos primeiros cinco meses deste ano. Reclama, por isso, a 11.ª posição na lista dos automóveis mais vendidos em Portugal.

Entre os pequenos SUV, o Renault Captur é o líder destacado, com uma vantagem de quase um milhar de unidades face ao 2.º modelo mais vendido, o Peugeot 2008 (1.794). Segue-se o Nissan Juke (1018), o Fiat 500X (772) e o Mazda CX-3 (613).

2016 melhor que 2015

As vendas de ligeiros de passageiros crescem 19,7% face ao acumulado de Janeiro a Maio de 2015. Neste período foram comercializados 95.255 veículos desta categoria, quando no ano anterior o número se cifrou nas 79.589 unidades.

No total, nos primeiros cinco meses do ano, foram vendidos em Portugal 110.652 veículos, dos quais 2.037 pesados e 13.360 ligeiros de mercadorias, o que representa um crescimento na ordem dos 20% face ao período homólogo de 2015.

Em Maio, o mercado de ligeiros de passageiros teve uma variação positiva de 13,6%, comparando com o mesmo mês do ano transacto, com as vendas a situarem-se nas 20.851 unidades. A Renault mantém o estatuto de campeã de vendas (2.657) e cresce 7,2% face a Maio de 2015, enquanto a Peugeot cresce 14% (2.033) e a Volkswagen 5,3% (1.925).

Mas há mais notas a reter: a BMW supera a Mercedes e ascende à 4.ª posição no “ranking” de vendas, à conta de 1.405 veículos comercializados contra os 1.396 da rival alemã. Tendo como referência Maio de 2015, ambas crescem – respectivamente 23,3% e 18,7%.

Em Maio, a Mazda cresceu 75% face ao mesmo mês de 2015

Em Maio, a Mazda cresceu 75% face ao mesmo mês de 2015

Os dados divulgados ontem pela ACAP permitem ainda constatar que Jaguar, Mazda e Fiat são as marcas que dão um salto mais significativo nas vendas em Maio de 2016, face a igual mês do ano anterior. Apoiada no sucesso dos modelos XE, XF e F-Pace, a Jaguar cresce 289%, logo seguida pela Mazda (75%), com a marca nipónica a registar bons resultados por via do CX-3 e CX-5, sem esquecer o MX-5 e os Mazda 2 e 3. Já a Fiat continua a “surfar” a procura da gama 500 (500, 500X e 500L), mas o crescimento de 65% face a Maio do ano passado também se explica pelo bom desempenho comercial do Panda e do novo Tipo. No acumulado, Jaguar e Mazda mantêm-se em evidência, com um crescimento de 210% e 159%, respectivamente e face aos primeiros cinco meses de 2015. Mas é a Suzuki a ocupar o 3.º posto do “ranking”, com um aumento de 123% das vendas, sobretudo à conta do Vitara.