João Talone morreu hoje em Cascais aos 93 anos.

Pai do gestor com o mesmo nome que foi administrador do BCP e presidente da EDP, João Augusto Sanguinetti da Costa Carvalho Talone era o 5º visconde de Ribamar e a sua carreira profissional está intimamente ligada à industria cervejeira entre 1947 e 1972.

Engenheiro de formação académica, João Talone foi gestor da CUFP – Companhia União Fabril Portuense, hoje denominada Unicer e conhecida pela marca Superbock. Nesta empresa desempenhou funções de funções de diretor técnico, administrador e presidente do Conselho de Administração. Foi presidente honorário da Unicer até à sua morte.

Na industria cervejeira trabalhou ainda na sociedade que detinha a marca angolana Cuca — cujo sucesso remonta ao período do Estado Novo.

Passou igualmente pelo setor bancário, tendo sido administrador executivo do Banco Português do Atlântico entre 1972 e a nacionalização do mesmo. Após o 25 de Abril esteve envolvido na criação do Banco Português de Investimento, onde permaneceu até 2004.

Foi agraciado pelo Presidente da República Jorge Sampaio em janeiro de 2006 com a Grande Cruz da Ordem de Mérito Industrial.

Viúvo de Maria Teresa Arantes Pedroso Ramalho Talone, e pai de Maria Teresa, Maria Margarida, João, Vasco, Carlos e João Miguel, tinha 13 netos e 20 bisnetos.

O funeral, para jazigo de família, realiza-se na segunda-feira, dia 27, pelas 13h, no Cemitério dos Prazeres, sendo precedido de missa de corpo presente às 11h00 na Basílica da Estrela, em Lisboa.