O serviço que permite à Cabify transportar grupos até sete pessoas numa só viagem chega a 13 de julho a Lisboa e ao Funchal, marcando a entrada da concorrente da Uber fora da capital portuguesa. O Cabify Group permite que os utilizadores reservem um serviço, em Lisboa, com um custo mínimo de 27,50 euros. Na Madeira, este valor desce para 20 euros.

“A Cabify pretende responder às necessidades de mobilidade das pessoas nos vários pontos do país e alargar a oferta de serviços. Com o lançamento do Cabify Group, pretendemos ir ao encontro dos executivos, dos turistas, mas também dos grupos de amigos que utilizam a plataforma para se deslocar em grupo às festas de verão”, explica Nuno Santos, ócio gerentes da Cabify Portugal, em comunicado.

A app que pretende ligar utilizadores a motoristas privados é taxada ao quilómetro (km) e o novo serviço para grupos tem o custo de 2 euros por km percorrido em Lisboa. Se fizer reserva, o valor mínimo inclui já 10 kms de viagem. Quanto aos utilizadores que se queiram deslocar na periferia, o preço mínimo de reserva sobe para 60 euros e inclui 25 km. No Funchal, o preço por km mantém-se nos 2 euros e a reserva mínima inclui 7 km de viagem.

Quem quiser reservar o Cabify Group vai ter de o fazer com um mínimo de 12 horas de antecedência, mas pode cancelar até duas horas antes, sem custos, desde que respeite o horário das reservas: das 7h00 às 18h00.

A Cabify foi fundada em 2011, em Espanha, e está presente em oito países e 25 cidades. Estreou-se em Portugal em maio e tornou-se na primeira concorrente da Uber a operar em Portugal. Com esta entrada no Funchal, os responsáveis afirmam que pretendem expandir a app para outras cidades portuguesas no médio prazo.

Também esta semana, a Uber, que opera em Lisboa, Porto e Algarve, anunciou novidades nos serviços – agora é possível criar uma só conta familiar (até 10 pessoas) e permitir que vários utilizadores descontem o valor das viagens num só perfil, centralizando custos.