Embora as temperaturas tenham reduzido ligeiramente nos últimos dias, segundo o Instituto Português do Mar e da Atmosfera vão estar 40 graus no próximo domingo. Boas notícias para quem está na praia, más para quem não tirou férias no querido mês de agosto — vai ser preciso adormecer a bem ou a mal porque há que acordar cedo no dia seguinte.

E é aí que a luta começa. A procura de um espaço fresco na cama, o virar constante da almofada para estar mais fresca, o abrir a janela e sujeitar-se a ser picado por melgas, o não suportar nem um lençol em cima, até atingir um estado de desespero e cansaço tal que sucumbe ao sono, não sem antes ter perdido umas valentes duas horas a lutar contra o calor, principalmente se viver em águas furtadas.

Para que o ato de adormecer no verão seja mais fácil, o jornal The Independent reuniu sete dicas que podem ajudar, das quais nós destacamos cinco.

1. Coloque uma garrafa de água gelada na cama

Sabe aquele truque de aquecer a cama com o secador de cabelo no inverno para aquecer os lençóis? É desse género, mas aqui mete a garrafa de água gelada entre os lençóis antes de ir dormir e terá o prazer de se deitar numa cama gelada e fresca, pelo menos durante um tempo.

2. Congele o pijama

Pouco ortodoxo, é um facto, mas não custa experimentar. Coloque o pijama dentro de um saco e meta-o no congelador durante 15 minutos, mesmo antes de o vestir, assim terá um pijama geladinho para combinar com uma cama igualmente gelada.

3. Tome um banho de água fria

Mesmo com muito calor, tomar banho de água fria não é muito apelativo, mas vale tudo por uma boa noite de sono. E a verdade é que um bom banho gelado é uma das formas mais rápidas de baixar a temperatura corporal.

4. Use roupa de algodão

Esqueça a seda nas noites quentes, pode voltar a ela no inverno. O algodão permite que a sua pele respire mais facilmente e isso deixa-o mais fresco.

5. Mantenha-se afastado do álcool

Embora as noites quentes sejam propícias a beber copos com os amigos em esplanadas, o preço a pagar quando tentar dormir vai ser alto. O álcool vai fazê-lo sentir-se desidratado, o que aumenta exponencialmente os sintomas do calor extremo. O melhor a fazer é beber pouco, beber um copo de água entre cada bebida alcoólica ou então evitar beber muito perto da hora de ir para a cama, para dar tempo ao álcool de ser eliminado do seu corpo.