Introduzido pela primeira vez no novo Astra, o sistema de faróis de matriz de LED, que a Opel designa de IntelliLux LED, evoluiu e apresentar-se-á na sua segunda geração no futuro Insignia.

O topo de gama da marca alemã vai estrear uma solução que, se já agradou a muitos clientes do Astra, promete tornar-se ainda mais convincente no Insignia. Desde logo, porque duplica o número de elementos LED: em vez de 16 segmentos (oito em cada farol), como acontecia no Astra, o Insignia terá um total de 32 segmentos de LED, maximizando assim a visibilidade, sem encandear os outros utilizadores da via. É expectável que o reforço do número de segmentos permita que a focagem e adaptação dos diferentes padrões de feixes de luz se torne mais precisa, mas a melhoria mais notória deverá ser visível na forma como o sistema ajusta contínua e automaticamente o alcance e a distribuição dos feixes de luz, de acordo com as situações de circulação. Ao dispor do dobro de segmentos LED, essa transição deverá ser mais suave.

3 fotos

Por outro lado, conforme nota enviada à imprensa, haverá igualmente melhorias ao nível da visibilidade em percursos com curvas, mantendo as luzes máximas. Isto porque os engenheiros da Opel acrescentaram ao sistema uma nova função que permite que a intensidade de luz dos LED do lado de dentro das curvas aumente de acordo com o ângulo do volante, obtendo-se assim uma melhor iluminação do traçado.

Prometendo que “para o condutor do Insignia, a noite assemelhar-se-á ao dia, e nenhum dos outros utilizadores da via dará por isso”, a Opel avança ainda que a segunda geração do seu sistema IntelliLux LED conta com uma função adicional “Spotlight” de “máximos” de longo alcance, conseguindo atingir 400 metros de distância.