Natal

Uma em cada três avelãs do mundo vão para a barriga dos amantes da Ferrero

129

O Natal já nos habituou ao "Ambrósio, apetece-me algo", dos anúncios da Ferrero, mas sabia que uma em cada três avelãs, de todo o mundo, são usadas para satisfazer o desejo dos fãs destes chocolates?

A verdadeira e misteriosa receita original da Nutella está guardada nos segredos dos deuses

GIUSEPPE CACACE/AFP/Getty Images

Mesmo sem um Ambrósio por perto, certamente já terá comido, no mínimo, um Ferrero Rocher. E Nutella? Provavelmente já barrou dessa pasta de avelã no pão ou numa bolacha. Mas sabia que a Ferrero é responsável pelo consumo de uma em cada três avelãs produzidas no mundo? Disso mesmo deu conta, recentemente, o presidente da Ferrero na Itália, Francesco Paolo Fulci.

Aliás, o grupo Ferrero detém 100% das ações do Oltan Group, líder mundial da recoleção, manipulação e distribuição de avelãs. A Ferrero é, segundo a Globo, o terceiro maior grupo mundial de confeitaria. Os lucros antes de impostos do Grupo alcançaram os 889 milhões de euros, segundo a marca. E todos os anos a Ferrero adquire 120 mil toneladas de cacau e os seus chocolates chegam a 160 países.

empire-state-building

A quantidade de Nutella produzida anualmente equivale ao Empire State Building

História da Ferrero

A marca italiana Ferrero nasceu em 1946, em Alba, na região de Piemonte, em Itália. Foi Pietro Ferrero que se lembrou de criar um creme à base de avelãs. Nasceu assim, conforme se pode ler no site da marca, a “Pasta Gianduja” ou “Giandujot”, envolta em papel de alumínio, que se cortava às fatias e se barrava no pão e que, em 1964, se viria a chamar Nutella. Anualmente, a quantidade de Nutella produzida equivale ao Empire State Building, segundo a Agence France Presse.

Quatro anos depois, apareceu a tablete de chocolate Kinder, com “mais leite e menos cacau”. Em 1974, nasceu o Kinder Surpresa, o ovo de chocolate com brinde. Só nos anos 80 (1982) é que é criado o Ferrero Rocher, que se tornou, segundo a própria empresa, na “especialidade favorita para milhões de pessoas”.

chocolate, spread, toast, crust, swirl, breakfast, bread, brown, nutella, sweet, snack, food, tasty, slice, dessert, creamy, calories, hazelnut, sandwich, delicious, cocoa, nougat, nutrition, eat, isolated, isolated on white, closeup, object, nobody, white background, cut out, studio shot, single object, ingredient, portion,

Já lhe dissemos que a produção, por ano, de Nutella equivale ao Empire State Building, mas vamos a mais números sobre a Ferrero: a fábrica de Alba responsável pela produção deste e outros produtos tem 340 mil metros quadrados, o que equivale a 50 campos de futebol. As regras são rígidas: ninguém entra sem credenciais, não é permitido nem telefones nem máquinas fotográficas e o uso de avental e chapéu é estritamente obrigatório.

E se quiser fazer a sua própria Nutella em casa, pois bem, pode tentar, mas a verdadeira e misteriosa receita original está guardada nos segredos dos deuses. Mesmo que visite a fábrica, não poderá ver a confeção do creme. Já os famosos bombons da Ferrero Rocher são também um pequeno poço de tentação: mergulhados no final em Nutella e cobertos de avelã triturada fazem a delícia dos mais gulosos.

605px-Rocher_Ferrero
Por esta época do ano, a Ferrero atinge o pico de vendas destes bombons. 24 milhões de Ferrero Rocher saem da fábrica de Alba todos os dias. Para cada bombom são necessárias quatro avelãs: uma no centro e outras três divididas entre o creme e a cobertura.

Todos queremos saber mais. E escolher bem.

A vida é feita de escolhas. E as escolhas devem ser informadas.

Há uns meses o Observador fez uma escolha: uma parte dos artigos que publicamos deixariam de ser de acesso totalmente livre. Esses artigos Premium, por regra aqueles onde fazemos um maior investimento editorial e que mais diferenciam o nosso projecto, constituem a base do nosso programa de assinaturas.

Este programa Premium não tolheu o nosso crescimento – arrancámos mesmo 2019 com os melhores resultados de sempre.

Este programa tornou-nos mesmo mais exigentes com o jornalismo que fazemos – um jornalismo que informa e explica, um jornalismo que investiga e incomoda, um jornalismo independente e sem medo. E diferente.

Este programa está a permitir que tenhamos uma nova fonte de receitas e não dependamos apenas da publicidade – porque não há futuro para a imprensa livre se isso não acontecer.

O Observador existe para servir os seus leitores e permitir que mais ar fresco circule no espaço público da nossa democracia. Por isso o Observador também é dos seus leitores e necessita deles, tem de contar com eles. Como subscritores do programa de assinaturas Observador Premium.

Se gosta do Observador, esteja com o Observador. É só escolher a modalidade de assinaturas Premium que mais lhe convier.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt
Cristianismo

O natal, os três reis magos e outras fantasias

Donizete Rodrigues
144

O mito dos três reis magos é apenas uma representação simbólica, um modelo explicativo de grande significado para reforçar a importância de Jesus como salvador e unificador de toda a humanidade

Cristianismo

A douta ignorância dos sábios /premium

P. Gonçalo Portocarrero de Almada
1.183

Abundam os improvisados comentários teológicos, cozinhados à pressão na Bimby da opinião pública. Já faltou mais para um Prós e Contras sobre a virgindade de Maria …

Jesus Cristo

Narrativas evangélicas do Natal

Anselmo Borges
159

A Igreja só se justifica enquanto vive, transporta e entrega a todos, por palavras e obras, o Evangelho de Jesus, a sua mensagem de dignificação de todos, mensagem que mudou a História.

Natal

A revolução divina

Luis Teixeira
180

O livre arbítrio é central na mensagem cristã e significa uma ruptura clara na História. Com o cristianismo torna-se um princípio basilar que cada pessoa é inteiramente responsável pelas suas escolhas

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)