O tenista suíço Roger Federer, 17.º do ‘ranking’ mundial, qualificou-se esta terça-feira para as meias-finais do Open da Austrália, primeiro ‘Grand Slam’ do ano. O helvético, que tenta conquistar o quinto troféu em Melbourne, depois de 2004, 2006, 2007 e 2010, venceu o alemão Mischa Zverev, 50.º do mundo e uma das surpresas do ‘major’ australiano de 2017, em três ‘sets’, pelos parciais de 6-1, 7-5 e 6-2, em apenas uma hora e 32 minutos.

Nas meias-finais, Federer vai defrontar o compatriota Stanislas Wawrinka, quarto do ‘ranking’ mundial e o primeiro a chegar à ‘antecâmara’ da final da edição de 2017. Wawrinka, que já venceu o Open da Austrália em 2014, garantiu a primeira vaga nas meias-finais depois de vencer o francês Jo-Wilfried Tsonga, 12.º da classificação mundial, em três ‘sets’, pelos parciais de 7-6 (7-2), 6-4 e 6-2, em duas horas e 14 minutos. Esta será a 22.ª vez que os dois suíços se defrontam no circuito. Federer leva clara vantagem sobre Wawrinka, pois já venceu 18 vezes e apenas perdeu três.