Tem acesso livre a todos os artigos do Observador por ser nosso assinante.

Fortemente inspirado no protótipo LIV-2, revelado no passado Salão de Paris, o SsangYong Rexton da nova geração vai ser oficialmente revelado na próxima quinta-feira, no Salão de Seul. Mas o construtor sul-coreano achou por bem dar já a conhecer as primeiras imagens do seu SUV de grandes dimensões, assim como as suas principais características.

Com 4.850 mm de comprimento, 1.920 mm de largura, 1.800 mm de altura e uma distância entre eixos de 2.864 mm, o novo Rexton (que, no mercado doméstico, dará pelo nome de G4 Rexton) desde logo se impõe pelas suas formas exteriores marcantes, dominadas por uma frente impositiva. Ao mesmo tempo que garante oferecer um generoso espaço interior aos seus ocupantes, assim como uma qualidade e um requinte interiores de outro calibre.

Algo que a fotografia divulgada do seu habitáculo parece confirmar, tendo em conta o uso profuso da pele e da madeira para revestimento dos bancos, parte do tablier e outros elementos. Em destaque, igualmente, o generoso ecrã táctil de 9,2” do sistema de infoentretenimento, que inclui funcionalidades como a câmara de visão panorâmica de 360°, ou as ligações Apple CarPlay e Android Auto para smartphones.

Proposto em versões de tracção traseira ou integral, o Rexton da nova geração estará disponível com dois motores, um a gasolina e o outro a gasóleo. No primeiro caso, trata-se de um 2,0 litros turbo com 225 cv e 350 Nm, de série combinado com uma caixa manual de seis velocidades, mas que, opcionalmente, pode dispor de uma caixa automática de sete relações de origem Mecedes. A variante diesel é animada por um quatro cilindros de 2,2 litros com 133 cv e 480 Nm, sempre conjugado com uma caixa manual de seis velocidades. Em ambos os casos, está prometida uma correcta repartição do peso e uma capacidade de reboque acrescida face à do modelo anterior.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

À venda na Coreia do Sul ainda durante o primeiro semestre do ano, e nos restantes mercados em que a SsangYong está representada durante a segunda metade do ano, o Rexton terá como um dos seus principais rivais o Hyundai Santa Fe, face ao qual impõe as suas dimensões exteriores mais generosas, e um preço que se propõe ser cerca de 10% mais acessível do que o do seu compatriota.

Outro dos seus atributos será uma generosa dotação de dispositivos de segurança, entre os quais se incluem o alerta de saída de faixa de rodagem e a travagem autónoma de emergência.