A inflação dos 12 meses terminados em abril no Brasil foi de 4,08%, a mais baixa desde 2007, refletindo o abrandamento do consumo privado devido à crise económica que o país atravessa, segundo dados oficiais.

A variação do índice oficial de preços interanual é a mais baixa desde que, em julho de 2007, o valor foi de 3,74%, anunciou hoje o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatísticas.

O valor para a inflação está abaixo da meta definida pelo executivo, que aponta para 4,5%, com uma margem de tolerância de 1,5 pontos para cima e para baixo. Nos primeiros quatro meses deste ano, a inflação ficou nos 1,10%, bastante abaixo dos 3,25% registados entre janeiro e abril de 2016.

Segundo os analistas, o valor da inflação reflete a grave recessão que o Brasil sofreu nos últimos dois anos, que provocou um aumento do desemprego para níveis recorde de 14,2 milhões de pessoas, cerca de 13,7% da população ativa.