Está a decorrer o Oktoberfest, o festival de cerveja de Munique, na Alemanha. Mas mais do que muita bebida, o protagonista do festival este ano é outro. Trata-se de um pó branco, que está a tornar-se uma moda entre os festivaleiros e que dá pelo nome de Wiesn Koks — ou “coca do prado”.

O pó consiste numa mistura de açúcar com mentol e comercializa-se de forma legal em pequenos frascos de vidro no próprio recinto. A substância não provoca efeitos psicotrópicos nem alucinogénicos — apenas descongestiona o nariz — e tem tido grande adesão por milhares de festivaleiros, que optam por misturar a bebida com esta droga. Muitos acabam por mostrar essa prática nas redes sociais.

O próximo vídeo, de 2011, prova como esta já é uma prática com alguns anos neste festival.

A droga, ainda que seja legal, preocupa alguns especialistas médicos, que a consideram perigosa para a saúde. Um médico especialista em farmacologia explicou ao El Mundo que uma inalação vai produzir feridas nos tecidos e nas fossas nasais e ainda pode provocar úlceras. Segundo Alberto Borobia, quando esta mistura chega aos pulmões estes “não estão preparados para acumular estas substâncias”.

Para o médico, não importa que a sua composição (o açúcar e o mentol) sejam inócuos e legais porque o importante é “saber que as partículas de açúcar inaladas são totalmente destrutivas para as fossas nasais, que é uma zona com muitas bactérias”.