Catalunha

Luís Figo: “A Catalunha é Espanha”

641

Depois de trocar o Barcelona pelo Real Madrid, em 2000, Luís Figo continua a não despertar grande simpatia na Catalunha. O antigo internacional português disse que "a Catalunha é Espanha".

Luís Figo passou pelo Sporting, Barcelona, Real Madrid e Inter de Milão

ANDY RAIN/EPA

Corria o ano de 2000 quando Luís Figo, um dos melhores de sempre do futebol português, trocava Barcelona por Madrid, o Barcelona pelo Real Madrid. Digamos que foi um Paulo Sousa – que no verão de 1993 deixou o Benfica para vestir de verde e branco – à escala global. O Barcelona, a cidade e a própria Catalunha nunca perdoaram o internacional português, que desde aí foi sempre visto como um traidor.

17 anos passaram e Figo já não joga. Depois do Real Madrid, ainda esteve uns aninhos no Inter de Milão antes de pendurar as botas em 2009. Mas Luís Figo continua a ser uma celebridade em Espanha. E, pelo rumo das coisas, vai continuar sem muitos amigos na Catalunha.

Esta segunda-feira, o antigo capitão da Seleção Nacional foi com a mulher, Helen Svedin, a um concerto do cantor espanhol José Mercé, em Madrid. As celebridades eram muitas e um jornalista do El Español, quando viu Luís Figo, decidiu atirar a pergunta: “qual é a sua opinião sobre a situação na Catalunha?”.

Figo tentou escapar. “Eu sou português”, respondeu. Mas o jornalista não desistiu e insistiu, dizendo que, apesar de não ser espanhol, tinha de ter uma opinião.

Eu tenho uma grande relação com Espanha, e a Catalunha é Espanha, é parte de Espanha. Estamos todos a viver num âmbito de convivência e é assim que deve ser”, afirmou Figo, despoletando, com certeza, ainda mais críticas nos catalães que lhe guardam algum rancor desde 2000.

O jornalista espanhol ainda tentou criar um paralelismo entre a Catalunha e Portugal, perguntando a Luís Figo se acha que é possível, um dia, Portugal e Espanha serem um só. O português encerrou o assunto e limitou-se a dizer que “Portugal sempre foi uma nação independente de Espanha. Não acho que alguma vez vá existir uma união com Espanha. Pertencemos à Península Ibérica e temos excelentes relações, mas cada país é diferente”.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt
Mundial 2018

O treinador de outras eras /premium

Bruno Vieira Amaral

Identificar os jogadores pelo número da camisola e não pelo nome, em especial quando se trata de alemães, islandeses e iranianos, é prova da superioridade do treinador arcaico.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)