Jorge Jesus é um dos protagonistas de um dos vídeos da campanha “Juntos contra o Sal” do Serviço Nacional de Saúde. Durante 20 segundos, o treinador do Sporting alerta para o exagerado consumo de sal em Portugal. O vídeo foi notícia em todo o lado, passou várias vezes em todas as televisões e Jorge Jesus foi um dos nomes mais falados desta quarta-feira – e não foi pela vitória do Sporting frente ao Olympiacos.

[jwplatform BhfYscUx]

Mas esta quinta-feira, inesperadamente, o vídeo desapareceu do Facebook do Serviço Nacional de Saúde. Todos os outros – com Sílvia Alberto, Ana Malhoa, Rita Ferro Rodrigues e Sara Matos – estão disponíveis para visualização. Fonte oficial do ministério da Saúde disse ao Observador que não existiu nenhuma indicação no sentido de eliminar o vídeo e não há nenhuma razão específica para o desaparecimento da publicação. O vídeo deverá ser partilhado novamente ainda esta quinta-feira, em conjunto com outros que também fazem parte da campanha “Juntos contra o Sal”.

O vídeo, contudo, continua disponível em várias plataformas e diversas páginas nas redes sociais.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

A campanha do Serviço Nacional de Saúde surge depois da proposta para o ‘imposto da batata frita’, ou seja, para a “tributação sobre os alimentos com excesso de sal”, que vai ser votada na Assembleia da República. Contudo, PSD, CDS e PCP estão contra, pelo que a proposta não deverá passar do papel.

Imposto da batata frita tem chumbo garantido