O Instituto Português do Mar e da Atmosfera agravou o aviso meteorológico para a Madeira de amarelo para laranja, o segundo mais grave, na zona sul e regiões montanhosas, devido às previsões de chuva forte.

O aviso vigora entre as 21h00 de sexta-feira e as 06h00 de sábado para a situação de precipitação, devendo ocorrer aguaceiros fortes e existindo a possibilidade de trovoadas, passando depois a amarelo.

O aviso laranja é emitido devido a uma situação meteorológica considerada de risco moderado a elevado.

Para a situação do vento, o aviso meteorológico continua amarelo, sendo o mesmo para a costa norte da ilha.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

O Serviço Regional de Proteção Civil da Madeira já emitiu um comunicado com recomendações face a estas condições atmosféricas adversas, informando que o tempo “está condicionado por uma depressão extratropical à qual deverá estar associada uma forte advecção (deslocação de uma massa de ar no sentido horizontal) de ar húmido e fortes movimentos verticais”.

Esta autoridade ainda refere no comunicado que esta situação adversa, vai fazer-se sentir “a partir da noite de hoje, com precipitação moderada a forte, acompanhada de trovoada, com uma melhoria temporária durante a tarde e noite de sábado”.

Contudo, adianta que “volta a agravar-se no domingo”, podendo estender-se até segunda-feira.

“Considerando a forte instabilidade, a elevada água precipitável, os fortes movimentos verticais e a orografia da ilha da Madeira, parecem estar reunidas as condições para um evento de elevados valores da intensidade e quantidade de precipitação, acompanhada de trovoada”, alerta a Proteção Civil da região.

Devido a esta situação, o SRPC recomenda que a população esteja alerta aos avisos e recomendações das autoridades competentes, que contactem os bombeiros em caso de inundações, que tomem especiais precauções na condução automóvel, tendo em atenção os lençóis de água que podem formar-se, e evitem estacionar em zonas que possam constituir perigo.

Também aconselha à desobstrução dos sistemas de escoamento de águas e limpeza de inertes que possam ser arrastados e “especial cuidado na circulação e permanência junto de áreas arborizadas, devido à possibilidade de queda de ramos, árvores ou outros detritos para a faixa de rodagem”.

Devido ao mau tempo, a capitania do Porto do Funchal também emitiu um aviso de má visibilidade para os mares do arquipélago e a concessionária do Lobo Marinho, o navio que assegura as ligações entre as ilhas da Madeira e Porto Santo, cancelou a viagem de sábado, com partida agendada para as 08h00 do Funchal e regresso às 19h00.