Fabricante que tem desempenhado uma posição liderança no domínio dos SUV e crossovers, a Nissan levou ao Salão Automóvel de Detroit, actualmente a decorrer, o seu mais recente protótipo, o Xmotion. Estudo cujo nome pronuncia-se “cross motion” e cuja estética aponta caminhos que o fabricante poderá vir a seguir, nas suas futuras propostas.

Marcado exteriormente por linhas compactas e fortemente esculpidas – que o construtor assume pretender aplicar nos seus futuros modelos, já a partir de 2020 –, o Nissan Xmotion Concept procura fundir a cultura e artesanato japoneses com a procura da funcionalidade à americana e a nova geração da tecnologia Nissan Intelligent Mobility.

No Xmotion Concept, procurámos explorar um lado mais robusto e poderoso da Nissan Intelligent Mobility. Com formas e proporções audazes e poderosas, em contraste com o trabalho artesanal tradicional japonês, embora aqui expresso de uma forma contemporânea”, explica o vice-presidente sénior do Design Global da Nissan Motor Company, Alfonso Albaisa.

Apostando num visual poderoso e dinâmico, o novo concept da Nissan começa por fazer uma reinterpretação, ela própria a remeter para a tradição japonesa, da grelha em “V”, que actualmente faz parte das propostas do fabricante nipónico. Acrescida, depois, de vanguardistas faróis em “V”, a procurarem dar largura ao carro, em conjunto com duas enormes entradas de ar nos extremos.

17 fotos

Apostando em linhas esguias nas laterais, a que soma jantes e pneus de 21″, para transmitir uma imagem claramente offroad, o protótipo exibe ainda portas de abertura antagónica, destinadas a facilitar o acesso ao interior. Na traseira, uma assinatura luminosa única, também ela inspirada nos trabalhos em madeira japoneses, enquanto a funcionalidade fica logo à vista na caixa de transporte de bagagens colocada no tejadilho.

O interior

Exibindo uma elevada distância entre eixos e com as rodas bem nas extremidades da carroçaria, o Xmotion Concept oferece um interior com uma disposição de bancos 4+2, com três filas de lugares e os bancos dois a dois. Proporcionando assim, segundo o fabricante, o espaço ideal para um casal jovem, a viajar acompanhado de outro casal, além de duas crianças, ou animais de estimação, na terceira fila.

[jwplatform 4vCwpp7L]

No habitáculo, materiais vulgarmente utilizados pelos artesãos, como é o caso da madeira, convivem com muita tecnologia – desde logo, as interfaces gráficas e as soluções de condução autónoma. Todos os comandos, sistema de informação e entretenimento incluído, podem ser accionados por gestos ou pelo simples movimento do olhar, ao mesmo tempo que controlos intuitivos e comandos de voz ajudam o condutor a concentrar-se na condução, em segurança.

Destaque ainda para o tablier, onde um amplo ecrã digital, a toda a largura, integra um total de sete ecrãs digitais – três monitores principais, além de displays à esquerda e à direita. Sendo que existe ainda um espelho retrovisor, também ele digital, no tecto, além de uma consola central, digital e táctil.

[jwplatform ZVfeBEa3]