O realizador norte-americano Charlie Kessler acusou os criadores da série “Stranger Things” de plágio, alegando que os irmãos Matt e Ross Duffer copiaram a ideia que usou numa das suas curtas-metragens. De acordo com a CNN, Kessler garante ter discutido a sua “curta” e o guião que esteve na origem de “Montauk”, premiada em 2014 no Tribeca Film Festival, com os criadores da série de ficção científica norte-americana.

Embora não seja suficiente para afirmar taxativa que se trata de um caso de plágio, a verdade é que “Stranger Things” tem muitas semelhanças com a “curta” de Kessler: ambas giram em torno de fenómenos paranormais, teorias conspiratórias, projetos governamentais secretos, um monstro de outra dimensão e uma criança desaparecida.

Segundo a versão dos factos apresentada pelo realizador norte-americano, os criadores serviram-se das suas ideias para criar “Stranger Things”. Kessler avançou para a justiça e exige agora uma indemnização por plágio.

A curta-metragem de Charlie Kessler chegou a estar disponível na plataforma Vimeo, mas foi entretanto retirada. Até ao momento, nem a Netflix, plataforma de streaming que produz e distribui a série, nem os representantes dos criadores de “Stranger Things” reagiram às acusações.