O príncipe Harry convidou todo o “clã Spencer”, a família da mãe, para o dia do casamento, para assegurar a presença da princesa Diana num dos dias mais importantes da sua vida — e que está a ser planeado há meses.

Depois de esta semana ter sido confirmado que os líderes políticos mundiais — como Theresa May, primeira-ministra britânica, Donald Trump, presidente dos EUA, ou mesmo Barack Obama, ex presidente americano — não fazem parte da lista de convidados, sabe-se agora que a família da princesa Diana vai testemunhar o casamento de Harry e Meghan, avança a Vanity Fair.

Um amigo da família Spencer adiantou ainda à Vanity Fair que “o Harry sempre manteve contacto com este lado da família e todos receberam os convites para a cerimónia e para a festa com amigos mais chegados marcada para depois”. A mesma fonte adiantou também que Meghan Markle já foi apresentada à família.

Semanas depois de ter começado o romance com Meghan Markle, Harry viajou para a África do Sul para o casamento do primo George MacCorquodale onde não estavam permitidas câmaras de filmar ou telemóveis, algo que Harry e Meghan estão a tentar implementar também no seu casamento, adianta a mesma publicação.

Do clã Spencer, além do primo George, vão estar presentes Kitty, Amelia, Elizaand e Louis (também primos de Harry) e o irmão mais novo de Diana, Earl Spencer, com a sua terceira mulher. A tia de Harry, Lady June, e o marido Lord Fellowes, que já foi secretário da rainha Isabel II, também vão marcar presença com os filhos Laura Fellowes (madrinha de Charlotte, sobrinha de Harry), Alexander e Eleanor.

Theresa May, Obama e Trump não estão entre os convidados do casamento do príncipe Harry. Porquê?

Além de “participar” no casamento, Diana esteve “presente” também no noivado entre os dois: o anel que o príncipe Harry deu a Meghan Markle tem dois diamantes da princesa.

Recorde-se que o casamento do príncipe Harry com Meghan Markle está marcado para o próximo dia 19 de maio. No total, foram convidadas 2600 pessoas, embora da lista da cerimónia constem apenas 600 pessoas, já que os noivos preferiram não preencher por completo a Capela de St. Georges, com capacidade para 800 pessoas.