Canoagem

Fernando Pimenta ganha mais uma medalha de ouro em K1 1.000 nos Europeus

5.477

Fernando Pimenta ganha a terceira medalha de ouro consecutiva em K1 1.000 no Campeonato da Europa, repetindo em Belgrado os sucessos alcançados em Moscovo (2016) e Plovdiv (2017).

MARTIN DIVISEK/EPA

Começou da melhor forma o dia de finais para Portugal no Campeonato da Europa de canoagem, que se está a realizar em Belgrado: Fernando Pimenta conquistou mais uma medalha de ouro na prova de K1 1.000, naquela que foi já a terceira seguida na distância depois dos triunfos conseguidos na Rússia (Moscovo, 2016) e na Bulgária (Plovdiv, 2017).

O canoísta que se transferiu este ano para o Benfica terminou a prova decisiva desta manhã de sábado com o tempo de 3.29.200, à frente do húngaro Balint Kopasz (3.29.480) e do alemão Max Rendschmidt (3.31.520). Estavam também nesta final A Roi Rodríguez (Espanha, 3.32,750), Josef Dostal (Rep. Checa, 3.33.530), Aleh Yurenia (Bielorrússia, 3.34.070), Artuur Peters (Bélgica, 3.34.160), Etienne Hubert (França, 3.34.360) e Jost Zakrajsek (Eslovénia, 3.39.200).

Esta foi a 11.ª medalha de Fernando Pimenta em Campeonatos da Europa: soma cinco de ouro (K4 1.000 em 2011; K1 500 e K1 1.000 em 2016; K1 1.000 em 2017; e agora K1.000 em 2018), três de prata (K4 1.000 e K1 5.000 em 2013; K1 500 em 2017); e três de bronze (K1 1.000 em 2011; K1 5.000 e K4 1.000 em 2014). A todos estes títulos junta-se ainda a medalha de prata nos Jogos Olímpicos de 2012 em K2 1.000 com Emanuel Silva e seis medalhas em Campeonatos do Mundo.

De referir que, esta sexta-feira, Pimenta tinha conseguido o apuramento para duas finais individuais em cerca de duas horas: na primeira eliminatória da distância de K1 1.000, e com um tempo de 3.41,493 minutos, garantiu a única vaga direta para a final; pouco depois, o atleta de Ponte de Lima repetiu a proeza, ficando com a única vaga direta para a final de K1 500 na sua eliminatória, com 1.43,776 minutos (esta final realiza-se apenas no domingo).

Também Joana Vasconcelos e Teresa Portela garantiram esta sexta-feira a qualificação direta para a final de K2 500, ao serem terceiras na sua eliminatória, com um tempo de 1.45,172 minutos, disputando a final no domingo.

Depois de terem falhado o acesso direto à final nas eliminatórias, João Ribeiro, Messias Baptista, Emanuel Silva e David Varela foram segundos na meias-finais de K4 500, com um tempo de 1.24,689 minutos, e também seguiram para a final de domingo. Também já nas meias-finais, Bruno Afonso e Marco Apura qualificaram-se para a final de C2 1.000, vencendo a sua série em 3.46,209 minutos.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: broseiro@observador.pt
Eleições Europeias

Querida Europa...

Inês Pina

Sabemos que nos pedes para votarmos de cinco em cinco anos, nem é muito, mas olha é uma maçada! É sempre no dia em que o primo casa, a viagem está marcada, em que há almoço de família…

Educação

Aprendizagem combinada: o futuro do ensino

Patrick Götz

Só integrando a tecnologia na escola se pode dar resposta às necessidades do futuro, no qual os futuros trabalhadores, mesmo que não trabalhando na indústria tecnológica, terão de possuir conhecimento

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)