A Nissan continua a preparar-se para o embate duro que tem pela frente, especialmente para quando o Tesla Model 3 chegar à Europa e quando o VW I.D. Neo iniciar a comercialização, o que deverá acontecer, em ambos os casos, lá para o final de 2019. Assim, em complemento à versão já conhecida do novo Leaf, disponível com motor de 150 cv e uma bateria de 40 kWh, o que lhe permite anunciar 380 km de autonomia em NEDC, e aproximadamente 270 km em condições reais, a marca japonesa prepara-se para surgir em breve com uma versão ainda mais aliciante.

https://twitter.com/EVTECfastcharge/status/1009468646765350913

De acordo com umas informações divulgadas no Twitter pelos suíços da EVTEC, empresa especializada em sistemas de recarga de baterias, o Nissan Leaf com maior autonomia já se encontra em fase avançada de testes, tendo os suíços já conseguido carregá-la a 102 kW, mais do dobro do Leaf actual, que está limitado a 50 kW. Parte da necessidade de poder lidar com uma maior potência prende-se com “encher” em menos tempo uma bateria maior, com uma capacidade de 60 kWh em vez de 40 kWh, o que coloca alguns problemas extra. A começar por manter a bateria dentro de uma temperatura de funcionamento “não perigosa”.

No Leaf “long range”, além do maior número de células para perfazer 60 kWh, a Nissan monta pela primeira vez um sistema de gestão térmica, o que torna possível lidar com o aquecimento provocado pelo fornecimento de energia a 102 kW. Curiosamente, a marca japonesa continua a apostar nas fichas CHAdeMO, quando o standard da indústria se parece encaminhar para o CCS, sem dúvida por as primeiras ainda serem as mais populares, com mais de 18.000 postos de carga espalhados por 71 países.

De caminho, tudo indica que esta versão “long range” estará equipada com um motor eléctrico ainda mais potente, falando-se em cerca de 160 kW, ou seja 257 cv, o que eleva substancialmente o potencial do Leaf. Especialmente porque associada à maior potência está igualmente uma autonomia superior, que deverá superar 550 km em NEDC ou os 400 km em WLTP.