Comida

O melhor puré de batata do mundo: é esta a famosa receita de Joël Robuchon

227

O puré de Joël Robuchon era um dos mais cobiçados e pode fazer parte do seu livro de receitas. Um dos segredos é utilizar a manteiga bem fria. Veja aqui a receita do puré do chef francês.

Joël Robuchon morreu na segunda-feira, dia 6, aos 73 anos

AFP/Getty Images

Autor
  • Catarina Gonçalves Pereira
Mais sobre

Foi o “Chef do Século” e o que mais estrelas Michelin arrecadou e com o famoso puré de batata conseguiu uma das suas receitas mais populares. Joël Robuchon morreu na segunda-feira, aos 73 anos. Para trás, deixou o legado da gastronomia e, com ele, a receita do puré de batata.

Existem versões diferentes, mas a mais conhecida é a de duas batatas para uma porção de manteiga. De acordo com o jornal The Guardian, o chef britânico Tom Aikens — que trabalhou para Robuchon no início dos anos 90 — contou que a receita levava mais manteiga do que batata. “Encore du beurre, du beurre, du beurre”, dizia ele — irónico é que há cerca de cinco anos, Robuchon tinha deixado de comer manteiga, tendo perdido 27kg. A verdade é que este prato do francês ficou conhecido como “o melhor do mundo” no campeonato dos purés e a receita que deixamos abaixo é retirada do seu livro “The Complete Robuchon“.

Preparação: 15 minutos
Cozedura: 35 minutos
Quantidade: 6 pessoas

Ingredientes:

  • 1 kg de batatas, lavadas mas não descascadas;
  • Sal grosso;
  • 250g de manteiga em cubos (mantidos no fresco até utilizar);
  • 250ml de leite integral, sem redução de gordura;
  • Sal e pimenta

Modo de preparação:

  1. Coloque as batatas numa panela com 2 litros de água fria e 1 colher de sopa de sal grosso. Deixe ferver, tape a panela, e deixe cozinhar até que ao espetar as batatas com uma faca elas escorreguem (cerca de 25 minutos);
  2. Retire as batatas da panela e descasque-as ainda quentes. Passe-as pelo triturador de alimentos manual e coloque-as dentro de uma panela grande. Coloque o lume em temperatura média e vá virando com uma espátula durante cerca de 5 minutos;
  3. Enquanto isso, retire o excesso de água da outra panela, mas não a lave. Adicione leite e leve ao lume;
  4. Baixe o lume das batatas e junte a manteiga bem fria aos poucos, mexendo o preparado até que fique cremoso. Ainda em lume brando, vá deitando o leite bem quente aos poucos e continue a mexer até que seja todo absorvido. Desligue o fogão e coloque sal e pimenta a gosto.
  5. Para um puré ainda mais cremoso, passe-o por uma peneira bem fina antes de servir.
Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt
António Costa

O caminho para lado nenhum /premium

Rui Ramos

O sucesso de António Costa reflecte a capacidade de que a oligarquia política continua a dispor, numa sociedade envelhecida e dependente, de fazer pagar por todos o que só beneficia alguns. 

Assalto em Tancos

Tancos: é ainda pior do que parece

Bruno Cardoso Reis

Se é certo que em Portugal as Forças Armadas sempre serviram para bem mais do que fazer a guerra, hoje em dia essas outras tarefas são cada vez mais numerosas e cada vez mais vitais. 

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)