O primeiro veículo da nova gama eléctrica da Audi vai montar dois motores eléctricos, um por cada eixo para assegurar tracção às quatro rodas, que no total vão fornecer um acumulado de 265 kW, ou seja, 360 cv. Associada a esta potência chega uma força, disponível logo a partir das primeiras rotações, de 561 Nm, ou seja, valores ligeiramente superiores aos que a Audi proporciona no SQ5, a versão mais desportiva a gasolina do seu SUV da gama média.

Mas o e-tron, como veículo eléctrico que é, pode fornecer uns “miminhos” mais aos seus condutores, pelo que durante 8 segundos, se o acelerador for pressionado a fundo, os dois motores eléctricos entregam um total de 408 cv (e 664 Nm de torque), ideal para completar uma daquelas ultrapassagens mal calculadas, realizar uma manobra de emergência, ou ‘envergonhar’ um veículo similar a gasolina ou a gasóleo.

The virtual exterior mirrors of the #Audi #etron prototype – tested on the streets of #Copenhagen and accompanied by musician Tom Grennan:

Posted by Audi on Thursday, July 5, 2018

Com este nível de potência, o e-tron será capaz de atingir 100 km/h em menos de 6 segundos, para depois ser electronicamente limitado a 200 km/h de velocidade máxima. Equipado com uma bateria de 95 kWh – capaz de recarregar a 150 kW –, o SUV da Audi vai anunciar uma autonomia de 400 km já segundo o novo ciclo de homologações WLTP.

Outra das particularidades do e-tron é o seu sofisticado sistema de regeneração de energia, aplicável especialmente nas descidas. O modelo está equipado com três níveis de regeneração, um pouco à semelhança do que acontece com o e-Golf. Numa descida acentuada, onde possa aplicar o nível de regeneração mais elevado, o e-tron promete ganhar um quilómetro de autonomia em cada quilómetro percorrido, uma solução muito interessante para os que vivem em zonas mais acidentadas.