Rádio Observador

Marketing

E se LOL e WTF passassem a ser marcas? É isso que P&G está a tentar fazer

A Procter & Gamble, dona de produtos de higiene, quer transformar as expressões LOL, WTF, NBD e FML em marcas registadas. O regulador norte-americano já pediu mais esclarecimentos.

Até agora, as pessoas têm usado expressões como LOL (Laugh Out Loud), WTF (What The Fuck?), NBD (No Big Deal) ou FML (Fuck My Life) de forma livre e indiscriminada. Mas, em breve, a situação pode mudar. Não que vá ser impossível continuar a utilizar estes acrónimos anglo-saxónicos, mas talvez venham a estar brevemente associados a um produto específico. Tudo porque a gigante Procter & Gamble Co. (P&G) quer registar estas expressões como marcas.

A dona de marcas como a Pantene, a Head & Shoulders ou a Oral-B pode em breve ficar com os direitos comerciais de algumas das principais expressões normalmente utlizadas pelos millennials. A notícia foi avançada esta quinta-feira pela Bloomberg e apanhou o mundo do marketing de surpresa.

Até ao momento, não se conhece nenhum produto que a P&G queira associar a estas marcas, mas a empresa já iniciou o processo formal para transformar as quatro expressões em marcas registadas. O regulador norte-americano para o setor já veio pedir mais esclarecimentos e deu um prazo para receber a resposta: até janeiro de 2019.

O objetivo da P&G é aproximar as marcas da empresa a uma camada mais jovem de consumidores. No entanto, já há especialistas que estão a torcer o nariz à ideia. Isto porque, recentemente, um estudo divulgado pela AdWeek revelou que 78% dos jovens não gostam de ver as marcas a forçar uma linguagem mais jovem com o objetivo de se aproximar deles.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: jmozos@observador.pt
Marketing

Marketing é filosofia. E da boa

Fernando Pinto Santos

O marketing é uma filosofia de gestão baseada num foco nos mercados e na criação de valor, surgiu como alternativa a uma filosofia centrada na produção e não orientada para os consumidores.

Inovação

A energia dos millennials

Rui Assis

A geração millennial é exigente e quer conveniência, simplicidade e rapidez. Mas estarão as empresas preparadas para responder e conquistar esta geração de consumidores? Talvez ainda falte algo.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)