Os trabalhadores da empresa Vanpro Assentos começam este domingo com uma greve aos domingos contra a obrigação de trabalhar neste dia, uma alteração feita pela empresa acompanhando os novos horários da Autoeuropa, de que é fornecedora.

A greve, convocada pelo sindicato SITE Sul (ligado à CGTP), arranca hoje, por tempo indeterminado, e abrange os cerca de 400 funcionários da empresa que fabrica bancos para os carros produzidos na fábrica de Palmela, disse à Lusa Eduardo Florindo, coordenador do sindicato.

Questionado sobre como é pago o trabalho ao domingo na Vanpro, o sindicalista disse que é “ao preço normal”.

O sindicato explicou que o protesto se deve à “alteração e agravamento dos horários de trabalho”, à “obrigatoriedade de trabalhar ao domingo” e ao “direito à conciliação da vida familiar com a vida profissional”.

Desde quinta-feira que os trabalhadores da Autoeuropa estão a fazer o novo horário de laboração contínua para aumentar a produção do novo modelo da Volkswagen, o T-Roc, o que inclui trabalhar ao domingo.