Lançamentos

Novo livro de Lucia Berlin chega no final do ano

127

O muito aguardado novo livro de Lucia Berlin é publicado a 1 de novembro. A edição portuguesa está a cargo da Alfaguara, que publicou em 2016 "Manual para mulheres de limpeza".

Lucia Berlin morreu em 2004 sem se afirmar com um nome importante da literatura norte-americana, o que só veio a acontecer muito depois

Lucia Berlin era um nome quase desconhecido até à publicação, em 2015, de Manual para mulheres de limpeza. Nesse ano, a autora norte-americana, que morreu em 2004, tornou-se num fenómeno mundial, saindo da obscuridade a que parecia condenada. Passados três anos, está prestes a sair num novo livro.

Anoitecer no paraíso é, tal como Manual para mulheres de limpeza, uma coletânea de contos que coloca as mulheres no centro de cada história. A paisagem é a do Texas, do Novo México, de Nova Iorque e do Chile, lugares onde cabem jovens mães que lutam ferozmente e maridos que fazem as malas e as abandonam no meio da noite. Com chancela da Alfaguara, responsável também pela edição portuguesa de Manual para mulheres de limpeza, este novo livro chega livrarias do mundo inteiro a 1 de novembro. A organização foi feita em colaboração com o filho da autora.

Até ao final do ano, a editora, que pertence ao grupo editorial Penguin Random House, espera publicar também Se Esta Rua Falasse, de James Baldwin, em stembro, Berta Isla, de Javier Marías, em outubro, e uma antologia de poesia do norte-americano Charles Bukowski (organizada por Valério Romão), em novembro.

Pela Companhia de Letras, que também pertence à Penguin Random House, vai sair Luanda, Lisboa, Paraíso, o segundo de Djaimilia Pereira de Almeida, um novo livro de Afonso Cruz, e um volume que reúne todas as letras de Chico Buarque. A Objectiva vai lançar Becoming — A Minha História, as memórias de Michelle Obama.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: rcipriano@observador.pt
China

Vamos mesmo ignorar isto? /premium

Sebastião Bugalho

A Europa assumiu pela primeira vez que o expansionismo da China representa uma ameaça para o continente e os jornais portugueses, que tão competentemente cobriram a visita de Xi, não fazem perguntas?

Governo

Quem quer casar com um governante?

Luís Reis

Se Soares foi Presidente-Rei, Costa revelou-se Primeiro-Ministro-Rei chamando o seu reduto doméstico a participar no governo dos súbditos, um nepotismo rosa instalado e a preparar a sucessão dinástica

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)