A primeira convocatória pós-Mundial da seleção nacional tem quatro estreias, sete regressos e a ausência já esperada de Cristiano Ronaldo. Para os jogos com a Croácia (particular) e Itália (Liga das Nações), Fernando Santos decidiu chamar Gedson Fernandes (Benfica), Pedro Mendes (Montpellier), Sérgio Oliveira (FC Porto) e Cláudio Ramos (Tondela) pela primeira vez.

Entre os regressos destaca-se o nome de Renato Sanches, que tem passado por um período complicado desde que trocou o Benfica pelo Bayern de Munique no Verão de 2016. O último jogo que o médio fez ao serviço da seleção AA foi no dia 28 de março de 2017, num particular contra a Suécia disputado na Madeira.

Luís Neto, João Cancelo, Rúben Neves, Pizzi, Bruma e Rony Lopes também regressam às convocatórias da seleção principal. Além de Cristiano Ronald, há ainda a destacar as ausências de Quaresma, José Fonte, Bruno Alves, Adrien, Anthony Lopes, João Moutinho e Ricardo Pereira.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

Sobre a ausência de CR7, o selecionador disse que foi uma decisão que foi tomada em conjunto com o jogador: “Depois de uma conversa que mantive com o jogador, já depois de ter assinado pela Juventus, por causa de tudo aquilo que é o processo de adaptação, entendemos que nesta janela não faria sentido que estivesse connosco”

Em relação à presença de novos nomes e à ausência de outros, Fernando Santos falou numa “janela de oportunidade” e afirmou que tudo pode mudar no futuro: “Aqui na seleção não há ninguém excluídos, não há critérios de idade. Esta é uma janela, em setembro e na janela de outubro logo se verá o que vai acontecer e assim sucessivamente”

Questionado sobre a importância da Liga das Nações, Fernando Santos destacou a redução do número de jogos particulares: “As vantagens têm a ver com o ser uma competição diferente. Nestas janelas há muitos jogos particulares e agora passam a ter caráter oficial e não particulares”.

Convocados:

Guarda-redes: Rui Patrício, Beto, Cláudio Ramos;

Defesas: Cédric, Cancelo, Luís Neto, Pedro Mendes, Pepe, Rúben Dias, Mário Rui, Raphael Guerreiro;

Médios: Bruno Fernandes, Gedson Fernandes, Pizzi, Renato Sanches, Rúben Neves, Sérgio Oliveira, William Carvalho;

Avançados: Bernardo Silva, Bruma, Gelson, Rony Lopes, André Silva e Gonçalo Guedes.