Tim Bernardes, músico brasileiro que integra a banda O Terno e que no ano passado editou um primeiro álbum a solo, intitulado Recomeçar, vai atuar em novembro no Super Bock em Stock, festival anteriormente conhecido como Vodafone Mexefest. É o regresso do cantor e músico brasileiro a Portugal, depois de ter atuado em Lisboa, Setúbal e Espinho, no passado mês de junho.

Em Lisboa, em junho passado, Tim Bernardes tinha dado dois concertos na Galeria Zé dos Bois, pequena sala de concertos, exposições e outras exibições artísticas (peças de teatro e dança, por exemplo) situada no Bairro Alto. Agora, regressa à capital para voltar a apresentar no festival — que decorre nos dias 23 e 24 de novembro, sexta-feira e sábado — o seu trabalho a solo, considerado pelo Observador “um dos melhores e mais verdadeiros conjuntos de canções do ano passado sobre a desgraça que pode ser o amor”:

O festival Super Bock em Stock decorrerá na Avenida da Liberdade, em Lisboa, com muitos concertos (alguns em simultâneo) a acontecer em vários pontos da avenida: nas salas Manoel de Oliveira e Montepio, do Cinema São Jorge, no Coliseu dos Recreios, Teatro Tivoli BBVA, Palácio Foz, Rádio SBSR na Estação Ferroviária do Rossio, IP, Garagem EPAL, Palácio da Independência e Casa do Alentejo.

Para o festival, ainda sem horários de concertos divulgados, estão confirmadas também as atuações do antigo guitarrista dos The Smiths, Johnny Mar, da guitarrista e cantora norte-americana Natalie Prass, do proeminente produtor musical e rapper irlandês Rejjie Snow e dos português Conan Osiris, Éme e Birds Are Indie, entre outras.