Tem acesso livre a todos os artigos do Observador por ser nosso assinante.

A Google notificou há cerca de três semanas um blogue afeto ao Sporting, o “Artista do Dia”, de que poderá vir a fornecer os seus dados ao Benfica, nomeadamente o IP que permitirá chegar aos administradores e responsáveis daquela página, após uma denúncia apresentada pelos responsáveis encarnados a propósito do caso dos emails e da revelação de correspondência privada de alguns dirigentes. A informação faz parte de um trabalho feito pelo The New York Times em Portugal com o título “Benfica, um grande clube que está a ir atrás de pequenos bloggers“, a propósito dos episódios extra desportivos que têm assolado o futebol nacional nos últimos tempos, e tinha nesse anúncio em anexo a intimação que chegou através de um tribunal da Califórnia. É crível que existam mais blogues que tenham explorado o tema a receber a mesma informação e o Observador sabe que pelo menos mais um recebeu essa tal notificação por parte da Google.

Recorde-se que, em março, o Benfica tinha anunciado uma queixa-crime contra o blogue “Mister do Café” e o “Mercado de Benfica Polvo”, neste caso apenas o primeiro afeto ao Sporting. Em abril, os encarnados avançaram também com um processo num tribunal da Califórnia contra um conjunto de gigantes da Internet, entre os quais a Google – neste caso argumentando que os emails roubados por um hacker foram posteriormente alojados em páginas como “blogspot”, “rgho” e “wordpress” e ‘rgho’, fazendo das empresas proprietárias desses serviços co-autoras do crime punido pela lei americana.

Caso e-toupeira. Benfica vai processar Pinto da Costa por difamação

De acordo com o The New York Times, que apresenta em anexo a queixa avançada pelos encarnados, o objetivo do Benfica seria que esses mesmos gigantes da Internet fornecessem os dados que permitissem identificar de forma individual quem eram os bloggers e os administradores de cada uma dessas páginas, apontando a cerca de 100 pessoas (agora “John Doe”). “O Benfica foi vítima de um roubo e posterior divulgação da sua correspondência privada, primeiro por um canal televisivo ligado a um dos seus rivais, o FC Porto, e depois, no seguimento de uma decisão do tribunal que proibiu essa divulgação, esses emails, muitos deles distorcidos, começaram a ser publicados por blogues ligados aos clubes rivais”, diz.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

Da parte da Google, até receber essa indicação do tribunal, não houve qualquer contacto com o blogue para retirar conteúdos publicados ou outro tipo de materiais, até por defender nos seus termos de utilização que não devem ser publicadas “informações pessoais e confidenciais”. O gigante da Internet não forneceu ainda os dados, mas está disposta a fazê-lo assim que chegue uma decisão do tribunal para que tal aconteça. Sem fazer mais comentários, a Google destacou apenas que irá cumprir a lei.

Benfica processa a Google após furto de documentos secretos

“Acredito que queiram saber a minha identidade para que me possam intimidar. Têm a perfeita noção de que o meu blogue não está ligado a qualquer tipo de acesso ilegais à base de dados deles que depois acabou com a fuga desses emails“, explica ao jornal o responsável por um dos blogues em causa, identificado como “John Doe 2”, que revela também algum receio com o que poderá acontecer também pela falta de meios para fazer a sua defesa nos Estados Unidos, ao contrário dos encarnados.

Em atualização