Rádio Observador

Benfica

Caso e-toupeira. Benfica vai processar Pinto da Costa por difamação

554

Luís Filipe Vieira já tinha avisado que o Benfica iria "agir criminalmente" contra quem fosse preciso. O clube vai processar Pinto da Costa por difamação depois do artigo na revista Dragões.

Uma semana depois de ter criado o “gabinete de crise” para reforçar o seu departamento jurídico e responder aos “ataques” de que diz estar a ser alvo, o Benfica vai processar o presidente do FC Porto, Pinto da Costa, por causa do texto que escreveu na revista “Dragões” na quarta-feira passada, em que comenta o caso e-toupeira e fala de uma “rede de tentáculos a todos os níveis vergonhosa” no Benfica.

A notícia é avançada na edição deste sábado do semanário Expresso, que detalha que o Benfica vai avançar com uma queixa-crime contra Pinto da Costa por difamação. Citando uma fonte próxima do clube, o Expresso avança ainda que o Benfica irá apresentar uma outra queixa-crime, por violação do segredo de justiça, contra João Pedro Capitão, a YoungNetwork e contra terceiros.

João Pedro Capitão, acredita o Benfica, será o autor do blogue “Mister do Café“, um blogue afeto ao Sporting que também divulgou documentos relativos ao caso, e colaborador da YoungNetwork, uma empresa de assessoria de comunicação que colabora com o Sporting na gestão de redes sociais e páginas oficiais na Internet. Já a queixa contra terceiros dirige-se ao site “Mercado de Benfica“, que divulgou e-mails e documentos ligados ao caso e que, na última sexta-feira, publicou o despacho do DCIAP relativo à operação e-toupeira.

No editorial da revista Dragões, Pinto da Costa escreveu: “Esta equipa de Sérgio Conceição já provou quanto vale, que vale muito mais do que os dois pontos de vantagem que soma sobre o segundo classificado [referência ao Benfica], que dura e não cede nem a jogos subterrâneos. E por falar neles, conheceu-se mais uma, numa sucessão ímpar de casos que vai expondo e denunciando uma rede de tentáculos a todos os níveis vergonhosa. São episódios a mais para que tudo possa ser resumido a fantasia, mesmo que as personagens em causa sejam animais falantes, como parece ser o caso do ‘e-Toupeira’“.

Na semana passada, em conferência de imprensa, o presidente do Benfica, Luís Filipe Vieira, anunciou a criação de um gabinete de crise para “responder a estes ataques, venham de onde vierem“, e garantiu que “acabou a paródia que tem sido instalada neste país à conta do Benfica”. “Quem colocar mais em causa o nome do Benfica, vamos agir criminalmente, seja contra administradores, seja contra jornalistas, seja contra a marca”, advertiu Vieira.

Não queremos ser todos iguais, pois não?

Maio de 2014, nasceu o Observador. Junho de 2019, nasceu a Rádio Observador.

Há cinco anos poucos acreditavam que era possível criar um novo jornal de qualidade em Portugal, ainda por cima só online. Foi possível. Agora chegou a vez da rádio, de novo construída em moldes que rompem com as rotinas e os hábitos estabelecidos.

Nestes anos o caminho do Observador foi feito sem compromissos. Nunca sacrificámos a procura do máximo rigor no nosso jornalismo, tal como nunca abdicámos de uma feroz independência, sem concessões. Ao mesmo tempo não fomos na onda – o Observador quis ser diferente dos outros de órgãos de informação, porque não queremos ser todos iguais, nem pensar todos da mesma maneira, pois não?

Fizemos este caminho passo a passo, contando com os nossos leitores, que todos os meses são mais. E, desde há pouco mais de um ano, com os leitores que são também nossos assinantes. Cada novo passo que damos depende deles, pelo que não temos outra forma de o dizer – se é leitor do Observador, se gosta do Observador, se sente falta do Observador, se acha que o Observador é necessário para que mais ar fresco circule no espaço público da nossa democracia, então dê o pequeno passo de fazer uma assinatura.

Não custa nada – ou custa muito pouco. É só escolher a modalidade de assinaturas Premium que mais lhe convier.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: jfgomes@observador.pt

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)