Apesar das várias correções que teve de fazer por erros no seu currículo, esta quarta-feira a página LinkedIn da candidata à liderança da Juventude Socialista mantinha um dado errado: a de que detinha o “mestrado” em Ciência Política pela Universidade Nova de Lisboa. Maria Begonha frequentou o mestrado em 2011, mas nunca concluiu essa fase dos estudos — e até já tinha corrigido esse ponto no currículo.

Ao Observador, a antiga deputada municipal socialista e atual assessora do vice-presidente da Câmara Municipal de Lisboa, Duarte Cordeiro, justificou a informação apresentada na biografia da sua candidatura à liderança da JS com o argumento de que se tratava de “gralhas” cuja responsabilidade atribuía ao seu diretor de campanha e aos gestores do seu site. Sobre o LinkedIn, a socialista mostrou-se surpreendida — a informação daquela rede social devia referir-se a uma “frequência de licenciatura”.

Não referia. E continua a não referir. Ao final da manhã desta quarta-feira, e já depois de ter introduzido várias alterações (na verdade, são correções) à sua biografia na página de candidatura, Maria Begonha mantinha inalteradas as informações do perfil do LinkedIn.

Perfil de Maria Begonha na sua conta da rede social LinkedIn, consultado esta quarta-feira às 13h25.

Ao Observador, esta terça-feira, e já depois de confrontada com os erros nas várias páginas, um membro da campanha de Maria Begonha procurou explicar que a informação no LinkedIn se tratara de um “erro da Maria”, que queria ter colocado “frequência do mestrado” na biografia, acabando por selecionar a opção “mestrado”.

Ao DN, e já depois de a própria candidata se manifestar surpreendida com a informação na rede social e de ter corrigido a página de campanha, o diretor de campanha de Begonha considera “abusiva” a interpretação sobre o grau académico da socialista. “Parece-me que é uma interpretação abusiva considerar que a Maria está a afirmar que é mestre, na medida em que o mestrado é de dois anos e a Maria diz que o frequentou durante um ano”, diz Tiago Estêvão Martins.