Centro Cultural De Belém

CCB vai ter hotel de luxo e espaços comerciais. Obras vão custar 65 milhões

O projeto de ampliação do CCB, que inclui um hotel de cinco estrelas e lojas de pequeno comércio, vai mesmo andar para a frente. Obras vão custar 65 milhões e o investimento é privado.

O CCB vai receber um hotel de cinco estrelas e várias lojas de pequeno comércio

TIAGO PETINGA/LUSA

Em janeiro de 2017, Elísio Summavielle, presidente do Centro Cultural de Belém, anunciava, numa entrevista ao Público e à Renascença, que o CCB ia ter um hotel de cinco estrelas e mais lojas. A expansão foi agora oficializada numa conferência de imprensa realizada esta quarta-feira de manhã.

As obras em causa, previstas para durar três anos, serão financiadas por privados. O concurso público internacional arranca já amanhã — os dois novos blocos (os módulos 4 e 5) vão ser concessionados por 50 anos, renováveis, a quem fizer a melhor oferta. Durante o período de concessão, a Fundação CCB vai receber um mínimo de 900 mil euros anuais. O projeto lançado em meados dos anos 1980 deverá custar 65 milhões de euros.

O hotel de “quatro a cinco estrelas”, como escreve o Expresso, estará voltado para o rio Tejo, com a entrada a situar-se na Avenida de Brasília. O edifício previsto receber os escritórios e as lojas “de pequeno comércio” ficará virado para a Rua Bartolomeu Dias.

O hotel e a galeria comercial, com construção adiada desde há 25 anos, são da autoria dos arquitetos Vittorio Gregotti e Manuel Salgado (atual vereador do Urbanismo em Lisboa) e foram desenhados em 1989. Elísio Summavielle fez esta quarta-feira o anúncio público do empreendimento CCB New Development, que está previsto desde a inauguração do espaço, iniciando-se assim a plena concretização do projeto inicial “Cidade Aberta”, preconizado por Gregotti e Salgado.

Desde janeiro do ano passado, altura em que ficou claro o interesse em terminar o projeto em questão, que vários grupos hoteleiros e empresas de promoção imobiliária já manifestaram interesse.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: acmarques@observador.pt
Crónica

Mais 5 dias inúteis /premium

Alberto Gonçalves

Claro que o ar do tempo começa a tornar-se irrespirável e que uma sociedade fundamentada na desconfiança e na delação não promete um futuro risonho. Claro que me apetecia fazer queixa. Mas a quem?

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)