Óbito

Morreu o designer de moda João Branco, da dupla Storytailors

1.181

O designer de moda João Branco, metade da dupla Storytailors, morreu na segunda-feira, aos 40 anos, divulgou esta terça-feira a marca nas redes sociais.

Alexandre Soares/LUSA

Autor
  • Agência Lusa
Mais sobre

“Inundados por um mar de dor e tristeza, informamos que faleceu a noite passada o nosso querido João Branco”, lê-se numa mensagem publicada esta terça-feira na página oficial da marca Storytailors, criada por João Branco e Luís Sanchez, acompanhada de versos da autoria de Fernando Pessoa.

João Branco, que nasceu em Lisboa em 1978, ingressou em 1996 no curso de Design de Moda na Faculdade de Arquitetura da Universidade Técnica de Lisboa, onde conheceu Luís Sanchez, com quem mais tarde formaria dupla, após ambos concluírem os estudos. Durante o curso, “percebem que têm universos estéticos comuns e que o seu trabalho se complementa” e em 2003 iniciam a marca Storytailors, que em cada coleção conta uma história.

[Em 2015, João Branco e Luís Sanchez explicavam ao Observador a coleção que levaram ao Portugal Fashion:]

“A partir das suas pesquisas e inspirações criam e contam histórias ao futuro de uma forma libertadora, assumindo-as em capítulos a cada coleção. A linguagem metafórica, implícita em cada peça de vestuário, é a sua forma de comunicar. O seu trabalho mistura História, contemporaneidade e Futuro em design intemporal. Cada peça Storytailors sobrevive à estação em que foi criada, e pode ser reproduzida em qualquer altura, por encomenda ou em edições especiais”, lê-se no site da marca.

O primeiro desfile enquanto dupla aconteceu na ModaLisboa, em abril de 2001, no âmbito do concurso Sangue Novo. Em outubro de 2004, já como Storytailors, regressam à ModaLisboa. Em 2006, João Branco e Luís Sanchez abrem um espaço, que junta loja e ateliê, na calçada do Ferragial, em Lisboa.

Nos últimos anos, as coleções da marca têm sido apresentadas no âmbito do Portugal Fashion. Com o apoio daquela estrutura, a dupla apresentou cinco vezes coleções na Semana da Moda de Paris.

Além das coleções de moda, juntos desenvolveram figurinos para teatro e dança, nomeadamente para produções dos Teatros Nacionais D. Maria II, em Lisboa, e S. João, no Porto, o Teatro Municipal S. Luiz, em Lisboa, e a Fundação Calouste Gulbenkian, também em Lisboa. Além disso, criaram peças para bandas e artistas como os The Gift, Amália Hoje, Mísia e Yolanda Soares.

Agora que entramos em 2019...

...é bom ter presente o importante que este ano pode ser. E quando vivemos tempos novos e confusos sentimos mais a importância de uma informação que marca a diferença – uma diferença que o Observador tem vindo a fazer há quase cinco anos. Maio de 2014 foi ainda ontem, mas já parece imenso tempo, como todos os dias nos fazem sentir todos os que já são parte da nossa imensa comunidade de leitores. Não fazemos jornalismo para sermos apenas mais um órgão de informação. Não valeria a pena. Fazemos para informar com sentido crítico, relatar mas também explicar, ser útil mas também ser incómodo, ser os primeiros a noticiar mas sobretudo ser os mais exigentes a escrutinar todos os poderes, sem excepção e sem medo. Este jornalismo só é sustentável se contarmos com o apoio dos nossos leitores, pois tem um preço, que é também o preço da liberdade – a sua liberdade de se informar de forma plural e de poder pensar pela sua cabeça.

Se gosta do Observador, esteja com o Observador. É só escolher a modalidade de assinaturas Premium que mais lhe convier.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt
Religião

O Dia Mundial da Religião

Donizete Rodrigues

O Dia Mundial da Religião é um momento ecuménico para promover a convivência, o interconhecimento e o diálogo inter-religioso, buscando um futuro livre de preconceito, discriminação e intolerância.

IAVE

Errare humanum est… exceto para o IAVE!

Luís Filipe Santos

É grave tal atitude e incompreensível este silêncio do IAVE. Efetivamente, o que sempre se escreveu nos anos anteriores neste contexto foi o que consta na Informação-Prova de História A para 2018.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)