Rádio Observador

Escolas

Viana do Castelo. Queda de teto em escola obriga ao encerramento

A diretora Teresa Marques explicou que a queda daquele material ocorreu ao final da tarde, não tendo causado vítimas. O estabelecimento de ensino é frequentado por 87 alunos.

Autor
  • Agência Lusa
Mais sobre

A queda de cinco placas de madeira no teto da entrada da escola primária de Perre, em Viana do Castelo, levou o agrupamento Pintor José de Brito a determinar esta sexta-feira o encerramento do estabelecimento de ensino por razões de segurança, informou a diretora.

Em declarações à agência Lusa, Teresa Marques explicou que a queda daquele material ocorreu na quinta-feira, ao final da tarde, não tendo causado vítimas. O estabelecimento de ensino é frequentado por 87 alunos.

Teresa Marques explicou que, “por precaução, o agrupamento decidiu suspender as aulas durante o dia de hoje, sendo que os trabalhos de reparação estão em curso e a as aulas serão retomadas na próxima segunda-feira”. A responsável disse desconhecer as razões que levaram à queda das placas de madeira do teto da entrada da escola, uma “obra realizada há 10 anos”.

Contactada pela Lusa, a vereadora da Educação da Câmara de Viana do Castelo, Maria José Guerreiro, adiantou que a “escola foi isolada e que a equipa camarária está a proceder à reparação da estrutura”.

O presidente da Junta de Perre, Vasco Cerdeira, confirmou à Lusa que “a queda das cinco placas de madeira, da cobertura do corredor que abriga os alunos entre a escola e a porta de acesso ao estabelecimento de ensino, ocorreu na quinta-feira, cerca das 17h45, após a saída das crianças, não tendo causado ferimentos em ninguém”.

O autarca adiantou que, “na altura, decorria no interior da escola uma reunião de pais, que se aperceberam da situação, tendo a Junta de Freguesia comunicado de imediato o caso à Câmara Municipal, que iniciou diligências para resolver a situação”.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt
Educação

Cheques de Ensino

Diogo Fernandes Sousa

Com os cheques de ensino se um pai se enganasse afetaria apenas o seu filho. Agora, se um político se engana no Ministério da Educação, como sucede regularmente, afeta toda uma geração de estudantes

Combustível

Os motoristas e o mercado

Jose Pedro Anacoreta Correira

Quando o Governo não consegue instrumentalizar politicamente os sindicatos, passa ao ataque. A luta e defesa dos trabalhadores é só para trabalhadores do Estado e filiados na CGTP.

PSD

Rui Rio precisa do eleitorado de direita /premium

João Marques de Almeida

O eleitorado de direita deve obrigar Rui Rio a comprometer-se que não ajudará o futuro governo socialista a avançar com a regionalização e a enfraquecer o Ministério Público. No mínimo, isto.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)