Mobile World Congress

Experimentámos o Nokia com 5 câmaras (sim, tira 5 fotografias em simultâneo)

A Nokia já não apela só à nostalgia e quer ter produtos ousados no mercado. Por isso, no Mobile World Congress, lançou o 9 Pure View. Vimos, bem de perto, a inovação e deixamos as imagens.

Há marcas que utilizam a edição de 2019 do Mobile World Congress (MWC), em Barcelona, para lançar telemóveis com 5G, e depois há a Nokia, que utilizou o evento para divulgar um smartphone com cinco câmaras traseiras. O fenómeno é como a tendência das lâminas de barbear, que com novos modelos apresentam sempre mais lâminas, como brincávamos quando a Samsung anunciou em outubro de 2018 o A9 com quatro câmaras traseiras. Contudo, para Luís Peixe, diretor regional da Nokia para Portugal e Espanha, o objetivo é conseguir as fotografias “com o maior detalhe possível”, disse ao Observador.

Com os sensores e as lentes traseiras, este smartphone tira cinco fotografias em simultâneo. Depois, faz um pós-processamento das imagens para “criar uma fotografia com uma qualidade ótima”, promete Luís Peixe. Do pouco que vimos não pudemos comprovar se é “ótima”. Contudo, a promessa de que as cinco câmaras geram “1200 níveis de profundidade até 40 metros” para permitir que se foque a imagem onde o utilizador quiser, pareceu ser verdadeira durante os minutos em que estivemos a experimentar este modelo.

Este equipamento vai sair em Portugal já em “meados de março”. O preço recomendado? Não é para todas as carteiras: 700 euros. O sistema operativo continua a ser Android “puro”. Ou seja, o nativo da Google sem apps de outros fabricantes ou layouts próprios. A única aplicação em que a Nokia mexeu foi na das fotografias para permitir as resoluções das cinco lentes. E sim, mantém as bothies (selfie tirada com as câmaras frontais e traseiras).

O Nokia 9 PureView tem um ecrã de 6 polegadas, 128 GB de memória interna, 6 GB de memória RAM e carregamento sem fios. Além das cinco câmaras traseiras de 12 megapíxeis, tem uma lente frontal de 20.

No MWC foi possível também ver os modelos de gamas mais baixa da gama anunciados no evento: o Nokia 4.2, que é .2 “porque o 4 não é um número querido na China”, conta Luis Peixe; o Nokia 3.2, “o novo irmão da família três que é bestseller em Portugal”; e o Nokia 1 Plus, a evolução do Nokia 1 com Android Go para as aplicações mais simples. Estes produtos vão chegar a Portugal a partir de maio e junho. O 4.2 e o 3.2 têm também uma novidade: um botão dedicado para o Google Assistant, o assistente digital da Google.

Veja a fotogaleria no topo do artigo.

*O Observador está no Mobile World Congress a convite da Huawei Portugal

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: mmachado@observador.pt

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)