Lembra-se quando, há um ano, Beyoncé subiu ao palco do Coachella para dar um dos espetáculos mais memoráveis da sua carreira? Pois bem, nessa altura, já as câmaras da Netflix andavam nos bastidores do festival californiano. A cantora juntou-se à plataforma de streaming para gravar um documentário. Embora ainda não tenha havido qualquer confirmação oficial do conteúdo do filme, um pequeno teaser partilhado no Instagram leva a crer que a fita reúne imagens do mítico concerto, mas também cenas inéditas de bastidores, ensaios e da preparação física da própria protagonista.

Com o título “Homecoming”, o documentário tem estreia marcada para o dia 17 de abril (também em Portugal), dias depois do primeiro fim de semana de mais uma edição do festival. No final deste mês, o Homecoming Scholars Award Program faz um ano. Em abril de 2018, Beyoncé anunciou um donativo de 100.000 dólares ao United Negro College Fund, organização filantrópica que financia bolsas de estudo para estudantes negros e em escolas e universidades historicamente ligadas à comunidade afro-americana.

No último verão, a cantora voltou a reforçar o seu trabalho solidário, nessa altura com uma coleção de roupa em colaboração com a francesa Balmain. As receitas reverteram para a mesma organização. Além das causas, todo o concerto esteve envolto em expectativa. Afinal, marcou o regresso de Beyoncé aos palcos, depois do nascimento dos gémeos Sir e Rumi e de a gravidez a ter obrigado a cancelar a atuação no anterior (em 2017, Lady Gaga assegurou a substituição).

© Kevin Winter/Getty Images for Coachella

No dia em que começou a contagem decrescente para o documentário de Beyoncé, a organização do Coachella anunciou, a poucos dias do arranque do festival, o cancelamento do concerto de Solange Knowles, alegando “grandes atrasos da produção”.