CTT

Banco CTT conclui compra da 321 Crédito por 100 milhões de euros

A 321 Crédito é especializada na concessão de crédito automóvel a particulares e o Banco CTT pretende desenvolver novas linhas de negócio, oferecendo aos clientes novos produtos e serviços.

O preço do negócio está ainda sujeito a um mecanismo de ajustamento

ANTÓNIO COTRIM/LUSA

Autor
  • Agência Lusa

O Banco CTT concluiu a compra da totalidade do capital da 321 Crédito, especializada em concessão de crédito automóvel a particulares, por um preço inicial de 100 milhões de euros, avançou a entidade em comunicado.

“A aquisição foi concretizada por um preço inicial de 100 milhões de euros, liquidado nesta data. O preço está ainda sujeito a um mecanismo de ajustamento de preço com vista a refletir a variação do capital regulatório até 31 de março de 2019, cujo valor se espera vir a ser coerente com o guidance [orientação] já comunicado ao mercado e que será liquidado durante o segundo trimestre de 2019”, avançou a instituição.

A 321 Crédito especializou-se no crédito a particulares para a aquisição de carros usados, através de 1.200 pontos de venda, tendo concedido no ano passado “crédito no valor 177 milhões de euros (mais 33% face a 2017), representando uma quota de mercado de cerca de 10% no seu segmento e terminando o ano com uma carteira de crédito líquida de 360 milhões de euros”, lê-se na mesma nota.

Já o produto bancário da entidade foi de 21,4 milhões de euros (mais 31% face a 2017) e o resultado líquido de 8,1 milhões de euros (mais 3% face a 2017), de acordo com o Banco CTT.

A instituição explicou ainda que esta aquisição “enquadra-se na estratégia de desenvolvimento do Banco CTT”, com uma nova linha de negócio, gerando sinergias e “otimizando o balanço consolidado do Banco CTT, através do aumento significativo da carteira de crédito e do rácio de transformação de cerca de 30% para mais de 70%”, referiu a empresa.

Citado na mesma nota, Luís Pereira Coutinho, presidente executivo da instituição, garantiu que com esta compra o grupo entra “numa nova fase, alargando a oferta de produtos e serviços aos seus clientes”. “A integração da 321 Crédito vai contribuir positivamente para que os objetivos definidos pelo Banco CTT sejam alcançados e constitui um importante passo na estratégia de desenvolvimento”, acrescentou. Este negócio foi anunciado em 24 de julho do ano passado.

Em comunicado enviado à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM), os CTT adiantaram nessa altura que, através da sua subsidiária Banco CTT, tinham celebrado “um acordo com a Firmus Investimentos SGPS, entidade controlada pela Cabot Square Capital LLP e pelo Eurofun para a aquisição de 100% do capital social de 321 Crédito, instituição financeira de crédito, por um preço de 100 milhões de euros, a liquidar em numerário na data de conclusão da transação”.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)