Rádio Observador

Tiroteio

Crianças baleadas a caminho da escola no Estado brasileiro do Rio de Janeiro

Um tiroteio no Rio de Janeiro provocou três mortos e três feridos, entre os quais duas crianças que iam a caminho da escola. Os feridos estão estáveis e sem perigo de vida.

O terceiro ferido é um jovem de 23 anos, vendedor ambulante, vítima de um tiro no abdómen. Foi operado e apresenta-se estável

LUSA

Autor
  • Agência Lusa

A Polícia Militar e alegados assaltantes envolveram-se esta terça-feira no Rio de Janeiro num tiroteio que provocou três mortos e três feridos, entre os quais duas crianças que iam a caminho da escola, afirmaram à Lusa fontes oficiais.

A assessoria de imprensa da Prefeitura de Duque de Caxias, local onde ocorreu o tiroteio, confirmou à agência Lusa que os feridos estão estáveis e sem perigo de vida. De acordo com um comunicado da Polícia Militar, as autoridades foram acionadas para investigar um assalto no centro de distribuição de uma rede de supermercados em Duque de Caxias, na Baixada Fluminense.

No local, a Polícia destaca que conseguiu abordar um camião com produtos alegadamente roubados e que prendeu dois homens durante a ação.

“Pouco depois, ainda na comunidade, os polícias foram atacados por criminosos e houve confronto. Após cessarem os disparos, as equipas encontraram três suspeitos [mortos] e duas crianças feridas. Todos foram socorridos no Hospital Municipal Dr. Moacyr Rodrigues do Carmo”, referem as autoridades no comunicado.

Já no hospital, os militares foram informados “sobre a entrada de mais um homem ferido” que pediu assistência, adianta a Polícia Federal. A Polícia Militar apreendeu três pistolas e dois rádios intercomunicadores.

Segundo a agência Brasil, as crianças atingidas têm 6 e 9 anos. A primeira foi baleada na mão direita a segunda apresenta perfurações no braço direito e no tórax. Após receberem os primeiros socorros e serem estabilizados, os dois menores foram transferidos para o Hospital Estadual Adão Pereira Nunes.

O terceiro ferido é um jovem de 23 anos, vendedor ambulante, vítima de um tiro no abdómen. Foi operado e apresenta-se estável. O comandante do 15.º Batalhão de Polícia Militar do Rio de Janeiro abriu um inquérito para apurar as circunstâncias do tiroteio.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)