Rádio Observador

Eleições

Eleições: Ferro em terceiro lugar e Centeno em quinto na lista de Lisboa do PS

Ferro Rodrigues e Mário Centeno integram respetivamente em terceiro e em quinto lugar a lista de candidatos a deputados do PS por Lisboa, liderada por António Costa.

MANUEL DE ALMEIDA/LUSA

Autor
  • Agência Lusa

O presidente da Assembleia da República, Ferro Rodrigues, e o ministro das Finanças, Mário Centeno, integram respetivamente em terceiro e em quinto lugar a lista de candidatos a deputados do PS por Lisboa, encabeçada por António Costa.

Esta lista de candidatos a deputados, à qual a agência Lusa teve acesso, foi aprovada esta noite com 90% dos votos em reunião da Comissão Política da Federação da Área Urbana de Lisboa (FAUL) do PS – uma estrutura liderada pelo secretário de Estado dos Assuntos Parlamentares, Duarte Cordeiro, que, por opção pessoal, não se vai candidatar a um lugar no parlamento na próxima legislatura.

A lista, que se apresenta como rigorosamente paritária até ao 17.º lugar, é encabeçada pelo secretário-geral do PS, António Costa, tem como “número dois” a deputada Edite Estrela, figurando também em lugar cimeiro, na quarta posição, a ministra da Presidência, Mariana Vieira da Silva.

Após Mário Centeno, que está na quinta posição, entra em sexto lugar a ministra da Cultura, Graça Fonseca, seguindo-se em sétimo o ministro da Defesa, João Gomes Cravinho – este, uma das novidades na lista de candidatos a deputados pelos socialistas.

Do oitavo até ao 15.º lugar, entram os seguintes elementos: Maria da Luz Rosinha (deputada e membro do Secretariado Nacional do PS), Marcos Perestrello (deputado), Susana Amador (deputada), Sérgio Sousa Pinto (deputado), Fátima Fonseca (secretária de Estado da Administração Pública e uma das novidades da lista), Jorge Lacão (deputado), Ana Sofia Antunes (secretária de Estado da Inclusão) e Pedro Delgado Alves (vice-presidente da bancada socialista).

O 16.º lugar pertencerá a um nome a indicar pelo Departamento Nacional das Mulheres Socialistas, seguindo-se em 17.º Pedro Cegonho (presidente da Associação Nacional de Freguesias) e em 18.º Ricardo Leão (concelhia de Loures).

Nas eleições legislativas de 2015, em Lisboa, o PS elegeu 18 deputados, mas a meta, agora, para os socialistas, é eleger diretamente 20, até porque neste círculo serão eleitos 49 deputados em outubro próximo, mais um do que há quatro anos.

Ainda nos lugares que o PS considera de eleição direta, na 19.ª posição aparece Romualda Fernandes, do Alto Comissariado para as Migrações, também outra das novidades desta lista de candidatos.

Pela Juventude Socialista (JS), surge em 20.º lugar o economista Miguel Matos (assessor do primeiro-ministro). Na 22.ª posição está o secretário de Estado do Emprego, Miguel Cabrita, em 23.º Rita Madeira (concelhia da Amadora) e em 24.º lugar a constitucionalista e deputada Isabel Moreira.

Tal como o secretário de Estado Duarte Cordeiro, o presidente da concelhia de Lisboa do PS, Sérgio Cintra, não integra esta lista de candidatos a deputados.

As listas de candidatos a deputados por todos os círculos serão em definitivo aprovadas na terça-feira, durante uma reunião da Comissão Política Nacional do PS, que está agendada para as 21:00, na sede nacional do partido, em Lisboa.

Não queremos ser todos iguais, pois não?

Maio de 2014, nasceu o Observador. Junho de 2019, nasceu a Rádio Observador.

Há cinco anos poucos acreditavam que era possível criar um novo jornal de qualidade em Portugal, ainda por cima só online. Foi possível. Agora chegou a vez da rádio, de novo construída em moldes que rompem com as rotinas e os hábitos estabelecidos.

Nestes anos o caminho do Observador foi feito sem compromissos. Nunca sacrificámos a procura do máximo rigor no nosso jornalismo, tal como nunca abdicámos de uma feroz independência, sem concessões. Ao mesmo tempo não fomos na onda – o Observador quis ser diferente dos outros órgãos de informação, porque não queremos ser todos iguais, nem pensar todos da mesma maneira, pois não?

Fizemos este caminho passo a passo, contando com os nossos leitores, que todos os meses são mais. E, desde há pouco mais de um ano, com os leitores que são também nossos assinantes. Cada novo passo que damos depende deles, pelo que não temos outra forma de o dizer – se é leitor do Observador, se gosta do Observador, se sente falta do Observador, se acha que o Observador é necessário para que mais ar fresco circule no espaço público da nossa democracia, então dê o pequeno passo de fazer uma assinatura.

Não custa nada – ou custa muito pouco. É só escolher a modalidade de assinaturas Premium que mais lhe convier.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt
Eleições

Outro caminho para Setúbal

Diogo Prates
177

Acreditamos que só com um clima de negócios competitivo será possível gerar riqueza e proporcionar as condições de vida que os habitantes do distrito de Setúbal merecem e ambicionam para si.

Combustível

Os motoristas e o mercado

Jose Pedro Anacoreta Correira

Quando o Governo não consegue instrumentalizar politicamente os sindicatos, passa ao ataque. A luta e defesa dos trabalhadores é só para trabalhadores do Estado e filiados na CGTP.

PSD

Rui Rio precisa do eleitorado de direita /premium

João Marques de Almeida

O eleitorado de direita deve obrigar Rui Rio a comprometer-se que não ajudará o futuro governo socialista a avançar com a regionalização e a enfraquecer o Ministério Público. No mínimo, isto.

Educação

Cheques de Ensino

Diogo Fernandes Sousa

Com os cheques de ensino se um pai se enganasse afetaria apenas o seu filho. Agora, se um político se engana no Ministério da Educação, como sucede regularmente, afeta toda uma geração de estudantes

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)